Com dois gols de Henrique Dourado, Fluminense derrota o Santos no Maracanã

Do UOL, em São Paulo

Com dois gols do atacante Henrique Dourado, o Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro de 2017 com uma vitória por 3 a 2 sobre o Santos, neste domingo (14), no Maracanã, no Rio.

Em um jogo muito movimentado, Dourado abriu o placar logo aos três minutos de jogo e fez o seu segundo gol na partida no fim da primeira etapa, de pênalti. Sornoza anotou o terceiro gol para os mandantes. Victor Ferraz, de cabeça, e Vladimir Hernández, já no fim do duelo, descontaram para os visitantes.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Santos recebe o Coritiba, no sábado (20), enquanto o Fluminense visita o Atlético-MG, no domingo (21).

LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C
Henrique Dourado, à esquerda, comemora um gol para o Fluminense

Exibição para a mãe

Dourado foi o grande destaque do dia no Maracanã. Ele abriu o caminho para a vitória do time tricolor ao se antecipar a Yuri e, na área, tocar de bico para as redes. Depois, aos 46 minutos do primeiro tempo, sofreu o pênalti cometido por Jean Mota. Na cobrança, só deslocou o goleiro Vanderlei. Uma exibição perfeita para a sua mãe. "Ela estava me cobrando. Está presente na arquibancada. [Estou] feliz pelos dois gols", disse o atacante após o fim da etapa inicial em entrevista para o canal Premiere.

Jejum santista

Com a derrota deste domingo, o Santos mantém um jejum. Não vence em estreias no Brasileiro desde 2005. Na ocasião, o time paulista bateu o Paysandu por 4 a 1. Desde então foram oito empates e quatro derrotas (contando o deste domingo). No ano passado, a equipe perdeu por 1 a 0 para o Atlético-MG. No fim do Nacional de 2016, terminou a competição com o vice-campeonato.

Improviso

Com Cleber poupado para a partida contra o The Strongest, pela Libertadores, na próxima quarta-feira (17), em La Paz, na Bolívia, o técnico do Santos, Dorival Júnior, resolveu improvisar Yuri, que é volante, na defesa. Dessa forma, o time jogou com apenas um zagueiro de origem (Lucas Veríssimo). No primeiro gol do rival, Yuri não acompanhou Dourado, que se antecipou e balançou as redes.

Blitz

No segundo tempo, o Santos foi com tudo para cima do rival. Chegou a acertar o travessão duas vezes seguidas (primeiro com Ricardo Oliveira, depois com Bruno Henrique, ambos de cabeça). Descontou com Vladimir Hernández no fim, mas não teve tempo para buscar o empate.

Reclamação

Dorival estava incomodado antes mesmo de a partida começar. Reclamou do gramado do Maracanã. "É uma pena num clássico como esse, uma abertura [de campeonato]. Lamentável. Mas as equipes farão um grande espetáculo, independentemente desses detalhes", disse o técnico em entrevista para o Premiere. No sábado (13), Flamengo e Atlético-MG jogaram no Maracanã.

Retorno

O meia Gustavo Scarpa voltou a jogar depois de dois meses e meio parado por causa de uma fissura no pé direito. Ele entrou em campo aos 40 minutos do segundo tempo no lugar de Sornoza.

Lucas Merçon/Fluminense F.C.
Gustavo Scarpa tenta uma jogada para o Fluminense contra o Santos

Onde está a torcida do Flu?

O público pagante no Maracanã neste domingo foi de 9.888. Pouco se comparado com o jogo entre Flamengo e Atlético-MG, no sábado, quando 50.220 pessoas estiveram presentes para acompanhar o empate por 1 a 1 entre as duas equipes.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 2 SANTOS

Data: 14 de maio de 2017, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Wagner Reway (FIFA-MT)
Auxiliares: Fábio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando (ambos de MT)
Público: 9.888 pagantes
Cartões amarelos: Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Ricardo Oliveira, Bruno Henrique e Lucas Lima (SAN); Léo (FLU)

Gols: Henrique Dourado (FLU), aos três minutos e aos 47 minutos do primeiro tempo, Victor Ferraz (SAN), aos 38 minutos do primeiro tempo, Sornoza (FLU), aos 12 minutos do segundo tempo, e Vladimir Hernández (SAN), aos 42 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Wendel e Junior Sornoza (Gustavo Scarpa); Wellington Silva (Marcos Junior), Richarlison (Pierre) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Jean Mota (Léo Cittadini); Thiago Maia, Renato, Lucas Lima, Vitor Bueno (Vladimir Hernández) e Bruno Henrique; Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Dorival Júnior

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos