O melhor mandante do Brasil. Como o Atlético recuperou a mística do Horto

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Atlético-MG de 2017 venceu todos os 11 jogos que disputou no Independência

    Atlético-MG de 2017 venceu todos os 11 jogos que disputou no Independência

Neste domingo o Atlético-MG recebe o Fluminense, às 16h, no Independência, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Chance para o time de 2017 igualar a maior sequência de vitórias desde a reconstrução do Horto. Nesta temporada a equipe alvinegra disputou 11 jogos no Independência e venceu todos. Apenas um atrás da marca da equipe de 2012 e 2013, quando o time liderado por Ronaldinho Gaúcho emplacou uma série de 12 triunfos consecutivos no local.

O bordão 'caiu no Horto, tá morto' está novamente em alta entre os atleticanos. A equipe de Roger Machado tem números impressionantes dentro de casa nesta temporada. Ao todo são 12 vitórias como mandante, teve ainda o clássico com o América-MG, que foi disputado no Mineirão e o Atlético venceu por 4 a 1. Considerando apenas os números do Independência, a equipe alvinegra marcou 30 gols e sofreu apenas cinco. Justamente o desempenho defensivo tem sido o diferencial do Atlético em Belo Horizonte, em 2017. Até mesmo se comparado com 2012/2013, quando venceu 12 jogos seguidos no Independência. Na sequência feita quatro anos atrás, o Atlético comandado por Cuca marcou 43 gols e sofreu 12.

E a cobrança do técnico Roger Machado é por um time que seja forte defensivamente. Tanto que mesmo com goleada por 4 a 1 sobre o Godoy Cruz, que garantiu ao Atlético a primeira colocação no grupo 6, o treinador cobrou seus jogadores no vestiário. Não ficou nada satisfeito com o gol marcado por Garro, quando o placar já apontava 4 a 0.

"Sempre tem cobrança. O Roger não gosta de tomar gols dentro de casa e nós também não gostamos. Mas o gol saiu quando a equipe ficou bastante mexida e também bateu um pouquinho de cansaço. Então, sempre tem aquela cobrança para não tomar gols", revelou Marcos Rocha.

Galo foi quem mais pontuou em casa desde 2012

Bruno Cantini/Flickr do Atlético-MG
Em 2012 o Atlético, com Ronaldinho Gaúcho, não perdeu nenhum jogo como mandante no Brasileiro
Em maio de 2012 o Atlético jogou pela primeira vez no reconstruído Independência. A partir do jogo de estreia, contra o Goiás, pela Copa do Brasil, o clube e a torcida criaram uma química com o estádio que pertence ao América-MG. Tanto que nas duas primeiras temporadas no Horto o time alvinegro foi derrotado apenas uma vez, pelo Atlético-PR, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2013.

Fator casa que se tornou forte não apenas no Independência. Também no Mineirão e outras praças que o Atlético teve de jogar desde então. Nas últimas cinco edições do Brasileirão, o Galo foi quem mais pontuou como mandante. São 215 pontos em 95 partidas. Aproveitamento de 75%, como mostram os números levantados pelo site FutDados.

"Dentro da nossa casa, se a gente continuar mantendo o que faz dentro do Brasileiro, com 80 a 90% dos pontos, lá no final vamos ter condições de brigar pelo título", disse o lateral direito Marcos Rocha, jogando um pouco para cima o aproveitamento do Atlético como mandante. Apenas em 2012, quando somou 47 dos 57 pontos possíveis o time alvinegro passou da marca de 80% de aproveitamento.

Mas os números defensivos...

Forte em casa o time alvinegro jamais deixou de ser, tanto que nas últimas cinco edições do Brasileirão foi o único que sempre passou da marca de 40 pontos como mandante. Entre os números atleticanos como mandante, tem um que não é tão bom, que é o de gols sofridos. A média é inferior a menos de um gol sofrido por partida. Foram 82 gols em 95 jogos, que faz o Atlético ter um desempenho inferior ao de grandes rivais.

Grêmio, Santos e Corinthians são alguns exemplos. Todos estiveram presentes nas últimas cinco edições do Brasileirão e sofreram menos gols dentro de casa do que o Atlético. O melhor desempenho é da equipe gaúcha, que sofreu 57 gols em 96 partidas, já computada a primeira rodada de 2017. Para quem sonha com o título, como é o caso do Atlético, ser forte defensivamente dentro de casa pode fazer diferença lá na frente.

Capitão quer Atlético temido pelos adversários no Horto

Bruno Cantini/Flickr Atlético MG
Leonardo Silva comemora gol sobre o Fluminense, adversário deste domingo, em 2012. Uma das vitórias mais marcantes do Atlético no Independência

São 65 vitórias nas últimas 95 partidas como mandante no Brasileirão. Ninguém venceu tanto como o Atlético. São 186 gols marcados desde 2012 nos jogos dentro de casa. Também ninguém comemorou mais do que os torcedores atleticanos. Números que impressionam, mas que não foram suficientes bons para fazer o Atlético campeão brasileiro. Faltou fazer mais pontos fora de casa. É algo que o Atlético procura neste Brasileirão. Mas nada vai adiantar melhor o desempenho longe de BH se a equipe cair de rendimento em casa. Ser temido no Independência é o que deseja o zagueiro Leonardo Silva.

"É um fator importante, principalmente no Campeonato Brasileiro. As equipes respeitam muito nosso mando de campo. Isso é mantido com nossa atitude e o que fazemos dentro de campo. É trazer a torcida para nosso lado e a gente fazer nosso papel forte. A torcida canta do lado de fora e a gente transforma o time em um conjunto cada vez mais coeso. Que o Independência volte a ser o que sempre foi, um estádio temido por todos", disse o capitão Leonardo Silva, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

Apenas o Corinthians perdeu menos dentro de casa

Atlético, Grêmio, Santos, Corinthians e Cruzeiro foram as equipes que mais pontuaram como mandantes nas últimas cinco edições do Brasileirão. Com mais vitórias, mais gols marcados e melhor aproveitamento, o Galo lidera com 215 pontos conquistados contra 208 do Grêmio (computando a vitória sobre o Botafogo, na abertura do Brasileirão). Além dos gols sofridos em casa, em que o Atlético só não é superado pelo Cruzeiro, tem outro quesito que o time atleticano também não lidera. É o número de derrotas. O Atlético foi derrotado dez vezes em 95 jogos. Já o Corinthians perdeu apenas nove, agora em 96 partidas, já somando o empate com a Chapecoense, na primeira rodada deste Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos