Vanderlei chora após grande atuação: "é o que a gente sempre sonha"

Do UOL, em Santos (SP)

Vanderlei já seria o nome do jogo deste sábado (20), contra o Coritiba, mas conseguiu deixar sua atuação ainda mais brilhante ao defender um pênalti (de Alecsandro) nos acréscimos e assim garantir a vitória do Santos por 1 a 0, em jogo da segunda rodada do Brasileiro. Após o apito final, o goleiro não segurou o choro ao deixar o gramado da Vila.

"Difícil falar. É o que a gente sempre sonha, fazer uma grande partida, ainda mais contra minha ex-equipe, tenho muitos amigos no Coritiba", disse Vanderlei, que falou também sobre o jogo em si e a dificuldade que o Santos teve para segurar a vitória contra o time paranaense.

"A gente lutou o tempo todo, se defendeu bem, e seria um pecado a gente tomar um gol. Queria parabenizar a equipe do Coritiba, que valorizou muito nossa vitória", acrescentou.

Questionado sobre seleção brasileira, Vanderlei evitou falar sobre uma possível chance no time comandado por Tite. "Tem grandes goleiros, um grande treinador que sabe o momento certo. O que a gente tem que fazer é estar bem no clube para quando aparecer a gente estar preparado", disse.

David Braz, porém, não fez o mesmo, e tratou de 'convocar' Vanderlei para a seleção brasileira. "Pouca gente tem comentado, mas hoje ele mostrou mais uma vez que ele merece ser lembrado nas próximas convocações", afirmou o zagueiro, autor do único gol do Santos na partida.

Mais contido, Dorival Júnior também falou sobre o ótimo momento vivido por Vanderlei. Porém, deixou a convocação nas mãos de Tite: "Acho que o Vanderlei vem sendo, nos últimos dois anos, um dos grandes goleiros do futebol brasileiro. Merecimento ele tem, sim, mas vai ter o momento certo. Ele [Tite] tem sido muito correto quase que em todas atitudes tomadas. No momento certo e oportuno vai acontecer".

Ricardo Oliveira admite atuação abaixo do esperado

Ricardo Oliveira não escondeu a atuação ruim do Santos e preferiu exaltar os três pontos conquistados - os primeiros no Campeonato Brasileiro - pelo time mesmo jogando abaixo do esperado.

"É o futebol. Campeonato Brasileiro é sempre muito disputado, difícil, a gente sabe que não tem jogo fácil, e tem que ter isso aí muitas vezes. Às vezes a gente não consegue fazer um bom futebol e tem que aparecer a garra, o sofrimento. Mas o importante é se reabilitar na competição porque a gente precisava se reabilitar no Campeonato Brasileiro para dar continuidade do nosso trabalho"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos