Luan rompe jejum, Grêmio bate o Atlético-PR com um a menos e mantém 100%

Do UOL, em Porto Alegre

Luan não marcava um gol desde 11 de abril, quando fez diante do Iquique, pela Libertadores. Mas precisou de menos de um minuto de segundo tempo para chutar com força no ângulo de Weverton e abrir o placar em Grêmio e Atlético-PR. O gol dele, neste domingo (21), abriu caminho para a segunda vitória seguida dos gaúchos. Na Arena da Baixada, o placar foi 2 a 0.

E o placar foi ameaçado no fim do jogo. Tudo porque Marcelo Grohe foi expulso aos 30 minutos do segundo tempo. O goleiro retardou o reinício do jogo em várias oportunidades. Levou amarelo e posteriormente vermelho.

Mas mesmo ficando com um a menos, o Tricolor contou com boa atuação de Ramiro, Arthur, um gol de Luan e outro de Barrios para manter 100% de aproveitamento no Brasileiro. Com seis pontos, terá pela frente na próxima rodada do Brasileiro Sport, na segunda-feira, em Recife. Antes encara o Zamora, em casa, pela Libertadores. Já o Atlético-PR ainda não pontuou no nacional e enfrenta o Flamengo na terceira rodada.

Duas assistências: Ramiro tem tarde de 'garçom'

Ramiro é originalmente volante. Mas poderia vestir a 10 de qualquer time pelo que mostrou neste domingo. Deu duas assistências, ambos cruzamentos da direita. Foi fundamental na vitória gremista. 

Sidicley abre uma avenida na defesa do Atlético-PR

O Grêmio atacou durante 45 minutos pelo mesmo lugar: o lado direito. Às costas de Sidicley, que não conseguiu conter qualquer avanço rival. Levou dois lançamentos atrás de sua linha, deixou Ramiro dar assistências repetidas e foi destaque negativo do jogo. 

Titular, Arthur vira 'maestro' do meio-campo do Grêmio

O Grêmio apostava em Bolaños, contratou Gastón Fernández, mas quem virou 'maestro' na lesão de Douglas foi Arthur. O volante iniciou a jogada do primeiro gol do jogo ao encontrar Ramiro pela direita 'quebrando' a boa postura da defesa atleticana. Novo xodó da torcida, ganha cada vez mais espaço no time. 

Testes e mais testes: Grêmio e Atlético-PR não encontram espaços

Grêmo e Atlético-PR no primeiro tempo pode ser comparado a um jogo de perguntas e respostas. Os ataques questionavam as defesas, que responderam sempre corretamente. Dono da casa, o Rubro-Negro foi quem 'perguntou mais'. Trocou passes normalmente rondando o gol de Marcelo Grohe. Com amplitude alta, a equipe abusou das esticadas pelas laterais e 'espaçou' a marcação gremista. Mas de pouco adiantou, pois sempre que pressionado o setor defensivo se houve bem por conta das atuações de Kannemann e Geromel. Já o Tricolor mostrou-se com outra conduta. Compacto e saindo em velocidade no contra-ataque, o Grêmio especulava atrás de espaços na defesa do rival. Não conseguiu encontrar. Seja por cima ou através de triangulações utilizando Barrios como pivô, não houve grande chance.

Polêmica: Atlético-PR pede pênalti de Kannemann

Sem qualquer chance clara de gol, Atlético-PR e Grêmio ficaram no 0 a 0 no primeiro tempo. Mas um lance gerou muita reclamação. Depois de cruzamento na área, a bola foi rebatida e Rosseto bateu forte. Ia em direção ao gol, mas acertou Kannemann. O braço do gremista estava ao lado do corpo, não houve movimento com ele, mas acertou ali. Os atleticanos pediram pênalti, que não foi marcado pelo árbitro.

45 segundos do segundo tempo: Grêmio abre o placar

Se faltaram chances de gol no primeiro tempo, o segundo mal havia começado e o placar foi movimentado. Arthur encontrou Ramiro que cruzou para Lucas Barrios. Mas o argentino naturalizado paraguaio não conseguiu dominar. Ela 'escapou' e se ofereceu para Luan na entrada da área. O gremista bateu forte no ângulo de Weverton e inaugurou o marcador. 

Segundo gol repete o primeiro

O Grêmio marcou e seguiu em cima. Não tardou a ampliar. Em uma troca de passes envolvente, novamente a bola acabou indo do centro para Ramiro. Mais uma vez ele cruzou. E desta vez Barrios não errou o domínio. De primeira colocou na rede e encaminhou os três pontos para o time gaúcho. 

Marcelo Grohe é expulso por retardar jogo

Na frente no placar, o Grêmio passou a tentar ganhar tempo. E o goleiro Marcelo Grohe abusou. Já tinha levado amarelo por demorar para bater um tiro de meta. Em seguida, se chocou com Grafite e ficou caído no gramado por longos minutos. E por fim, retardou uma terceira cobrança. Levou o cartão vermelho e deu ao Atlético-PR vida no jogo. 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 0 X 2 GRÊMIO


Data: 21/05/2017 (Domingo)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza
Auxiliares: Anderson José de Moraes e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos:  Thiago Heleno (CAP), Weverton (CAP); Lucas Barrios (GRE), Ramiro GRE), Marcelo Grohe (GRE), Arthur (GRE);
Cartões vermelhos: Marcelo Grohe (GRE)
Gols: Luan, do Grêmio, com 1 minuto do segundo tempo; Lucas Barrios, do Grêmio, aos 13 minutos do segundo tempo; 

ATLÉTICO-PR
Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Sidicley; Otávio, Rosseto, Nikão e Carlos Alberto (Guilherme); Pablo (Douglas Coutinho) e Eduardo da Silva (Grafite). 
Técnico: Paulo Autuori

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Léo Moura, Kannemann, Pedro Geromel e Bruno Cortez; Michel, Athur (Rafael Thyere), Ramiro, Luan e Pedro Rocha (Jaílson); Lucas Barrios (Léo Jardim).
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos