São Paulo não empolga, mas vence Avaí e esfria crise no Morumbi

José Eduardo Martins e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

A atuação passou longe de ser suficiente para empolgar a torcida, mas o São Paulo derrotou o Avaí por 2 a 0 na noite desta segunda-feira, no Morumbi. O time comandado por Rogério Ceni fez um primeiro tempo bom, mas caiu muito na segunda etapa e fez a torcida, mesmo com os três pontos, perder a paciência. O resultado esfria um pouco a crise que se instaurava no clube.

O São Paulo, com três pontos, ocupa a 11ª colocação no Brasileiro. Com a primeira vitória mas sem apresentar um futebol convincente, chega ainda pressionado para o clássico de sábado, diante do Palmeiras.

O Avaí, por sua vez, segue com o ponto somado na primeira rodada, na 17ª colocação. Os catarinenses visitam a Chapecoense, na próxima segunda-feira.

Casinha fechada

Como era de se esperar, o Avaí foi a campo no Morumbi com a prioridade de se defender e explorar os contra-ataques. Com a missão de propor o jogo, o São Paulo teve uma atuação acima da média das últimas partidas, insistiu bastante em tabelas e triangulações ofensivas e conseguiu criar oportunidades de gol.

Titular e capitão

Depois de nem sequer ser relacionado para a partida Defensa y Justicia, Lugano teve a oportunidade para mostrar serviço. O uruguaio ficou com a vaga de Maicon, que não vive bom momento, e, de quebra, foi escolhido para ser o capitão. O treinador tem a intenção de dar oportunidade para mais jogadores exercerem a função. Desta maneira, Ceni faz com que os jogadores dividam mais a responsabilidade de liderar a equipe.

Pixotadas e susto

Por pouco a defesa são-paulina não voltou a criar problemas na primeira erapa. Uma furada de Rodrigo Caio jogou a bola nos pés de Marquinhos, que bateu por cima do gol. Com a faixa de capitão depois de ficar quase dois meses sem jogar, Lugano também cometeu algumas falhas na saída de bola, tocando para fora sem querer duas vezes;

Gol de Pratto

O São Paulo pressionou o adversário no início da partida. A postura ofensiva deu certo o time marcou o primeiro aos 10 minutos. Cícero fez o lançamento para a área, Marcinho, bem posicionado, viu Pratto e, de cabeça, tocou para o argentino. O camisa 14 chutou forte e não desperdiçou a oportunidade. Foi o sexto gol do centroavante no Morumbi, o primeiro com a bola nos pés - os outros cinco foram de cabeça.

Quase

O São Paulo teve boas oportunidades para ampliar no primeiro tempo. Aos 30 minutos, por exemplo, Cueva ficou muito perto de fazer o seu. O peruano aproveitou rebote da defesa adversário e chutou perto do gol de Kozlinski.

Recuo e maior volume do Avaí

Com a vantagem no placar, o São Paulo deu espaço para o Avaí no segundo tempo. Os catarinenses criaram mais e fizeram Renan Ribeiro trabalhar. Aos 19 minutos, por exemplo, os visitantes cruzaram da esquerda e Rômulo quase conseguiu completar, mas o goleiro são-paulino fez a defesa.

Torcida reclama

A queda de rendimento do São Paulo no segundo tempo refletiu nas arquibancadas. A partir dos 20 minutos, torcedores já reclamavam a lentidão tricolor para chegar ao ataque e até vaiaram Cueva. O público só se animou quando Ceni chamou Luiz Araújo para entrar no lugar de Marcinho.

Agora sim, Luiz Araújo

O atacante aproveitou o finalzinho do jogo para marcar o segundo. Aos 46, Luiz Araújo arrancou desde o meio de campo na velocidade, ganhou na dividida dos adversários e chutou para o gol: 2 a 0

Cara feia

Sem render o esperado, Cueva deixou o campo aos 35 minutos do segundo tempo. O peruano, que deu lugar para João Schmidt, foi para o banco de reservas com cara de poucos amigos. A intenção de Ceni era de reforçar a marcação no meio de campo com a entrada do volante.

Preocupação para o clássico

Thiago Mendes torceu o joelho direito depois de disputa de bola logo no início do segundo tempo. O meio campista não teve condições para continuar na partida e foi substituído por Thomaz. Mancando, o volante deixou o gramado e será avaliado pelo departamento médico para saber se tem condições de jogar no clássico de sábado com o Palmeiras.

São Paulo x Avaí

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Caio Max Vieira (RN)
Auxiliares: Flavio Barroca e Vinicius Lima (RN)
Gols: Pratto, 10'/1ºT (1-0); Luiz Araújo, 45'/2ºT (2-0)
Cartões amarelos: Thiago Mendes (São Paulo), Betão, Luan (Avaí)

São Paulo: Renan; Buffarini, Lugano, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes (Thomaz) e Cicero; Marcinho (Luiz Araújo), Pratto e Cueva (João Schmidt). Técnico: Rogério Ceni

Avaí: Kozlisnki; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson (Simião), Luan e Marquinhos; Romulo, Diego Tavares (Lourenço) e Denilson. Técnico: Claudinei Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos