Sem essa de patinho feio: Flu já se permite sonhar com título brasileiro

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.

    Fluminense ganhou os seus dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro

    Fluminense ganhou os seus dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro

Com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro, o Fluminense vive entre a crença de que não tem um elenco dos mais recheados e a certeza de que não tem deixado nada a dever aos rivais.

O planejamento de 2017 prevê uma classificação à Copa Libertadores, objetivo que também pode ser conquistado via Copa do Brasil ou Sul-Americana, mas os melhores momentos do time no ano já permitem que os tricolores sonhem bem mais alto.

"Não é o favorito, eu não vou enganar ninguém, mas tem condição de se candidatar. Se jogar com disposição, temos condições de brigar pelo título. A gente joga de igual para igual com todos que tiveram investimento maior do que o nosso. Pode ser que tenhamos uma queda, mas em termos de grupo e do que estamos vendo, não tem um time que seja tão superior que o nosso", afirmou o gerente Alexandre Torres.

As vitórias sobre Santos e Atlético-MG levantaram o astral nas Laranjeiras, que andavam para baixo após a perda do título do Carioca para o Flamengo, o péssimo jogo contra o Liverpool (URU), e o revés por 3 a 1 para o Grêmio. Logo após o triunfo sobre os paulistas, Abel rechaçou o rótulo de "patinho feio".

Ao superar dois dos reais postulantes ao título, o Fluminense se encheu de confiança, mas o "cobertor curto" no elenco é uma questão a ser superada. Mais uma vez.

"Mesmo em jogos que a gente não ganhou, nossos rivais não foram tão superiores. Temos condições de encarar qualquer time", garantiu o dirigente tricolor.

Uma das principais peças do atual elenco, o equeatoriano Junior Sornoza se juntou ao trio que teve problemas físicos mais graves. Com uma fratura no pé direito, o meia será baixa certa pelos próximos três meses.

Sem muito poder de fogo para ir no mercado, o Flu observa o mercado com extrema cautela. Caso não seja possível fazer uma contratação de maior peso, o clube investirá apenas em apostas que julga valerem a pena. A hipótese de contratar para "compor elenco" está descartada, já que os jovens da base terão sempre prioridade.

"Tivemos a contusão do Wellington, do Gustavo Scarpa e do Douglas, e nós estamos encontrando as soluções aqui dentro", relembrou Torres.

O técnico Abel Braga comanda mais um treino de olho no Vasco, adversário de sábado, às 16h, em ão Januário. Nesta quinta, o grupo tricolor realiza mais uma atividade no CT Pedro Antonio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos