Atlético-MG aposta em pequenos ajustes para vencer a primeira no Brasileiro

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

    Mesmo com derrotas recentes, Adilson segue vendo o Atlético como um dos favoritos

    Mesmo com derrotas recentes, Adilson segue vendo o Atlético como um dos favoritos

O resultado na estreia do Campeonato Brasileiro foi considerado bom pelo Atlético-MG, que empatou com o Flamengo no Maracanã. Na segunda rodada, porém, a equipe alvinegra foi derrotada pelo Fluminense, no Independência. Neste domingo, contra a Ponte Preta, às 11h, mais uma vez no Horto, o time atleticano busca a primeira vitória na competição.

E o time vem de uma sequência de duas derrotas, pois perdeu para o Paraná, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira. Apontado como um dos candidatos ao título nacional, o Atlético precisa pontuar para justificar a expectativa criada. Com apenas uma vitória nas quatro últimas partidas, contra o Godoy Cruz, pela Libertadores, o Atlético teve boa atuação contra Fluminense e Paraná, apesar das derrotas.

Por isso, os jogadores apontam que o time precisa de apenas alguns ajustes para voltar a vencer. "Talvez seja preciso um pouco mais de concentração sim. Estamos analisando os gols que tomamos e são pequenos detalhes mesmo, não são grandes falhas. Um passinho para frente ou um passinho para trás, algo que precisamos corrigir. Estamos jogando bem, criando chances e é nesse momento que estamos tomando gols", disse o volante Adilson, que vê o duelo com a Ponte Preta como uma obrigação de vitória por parte do Atlético.

"Vejo como um momento de reabilitação, de reencontro com a vitória. Vamos jogar dentro de casa, após duas derrotas, e, independentemente do adversário, vamos jogar para ganhar. Respeitamos a Ponte, sabemos que é uma equipe forte, mas o nosso discurso tem de ser esse", completou o jogador.

Alguns desses ajustes passam pelo trabalho do técnico Roger Machado. O treinador conversou bastante com os jogadores antes do treino da última sexta-feira, na Cidade do Galo. Roger revelou que viu com mais calma o duelo com o Paraná e observou o que funcionou bem e o que deu errado em Curitiba.

"Temos de vencer. Embora seja a terceira rodada, para as nossas motivações no campeonato, temos que acumular pontos. Em casa tem de ser os três pontos. Já deixamos para trás contra o Fluminense e vamos ter de recuperá-los fora de casa. É importante vencer domingo, depois de dois insucessos. Temos de retomar o bom caminho".

Confiança que é vista também entre os jogadores. Para Adilson, oscilação no desempenho do time e derrotas vão acontecer. O volante vê o número de jogos durante a temporada como um dos fatores determinantes no rendimento da equipe.

"A gente já mostrou nosso potencial. Num ano cheio de jogos, como tem sido, acho até normal você ter uma queda, um desequilíbrio em um jogo ou outro. A gente está buscando acertar e continuo acreditando no Atlético como um dos candidatos ao título, tanto no Brasileirão, como nas demais competições. Para mim não mudou nada. Vamos retomar as vitórias e seguir o caminho na busca pelos títulos".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos