"Faltou agressividade": Cuca diagnostica falhas do Palmeiras no Morumbi

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Palmeiras agradou a Cuca, em partes. Apenas um fator incomodou o treinador em relação à atuação na derrota para o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi. Em entrevista concedida depois da partida, o comandante palmeirense repetiu em mais de duas respostas o principal 'vilão' do atual campeão nacional diante do arquirrival neste sábado.

"Palmeiras controlou o jogo, teve o controle, mas um controle de posse de bola. Um controle sem a agressividade que nos dessem condições de finalizar e ganhar o jogo. (...) Nós com um domínio, mas sem a profundidade de definição. Continuou da mesma forma no segundo, mas do momento em que ia mudar, nós acabamos tomando o gol em uma bola rebatida. Muda o jogo", analisou Cuca.

"O São Paulo estava jogando no nosso erro, jogavam na velocidade do Luiz Araújo e do próprio Pratto. Por isso o Felipe fez o terceiro zagueiro, no momento em que toma o gol, não precisa mais deste jogador", acrescentou o treinador, antes de apontar a mudança de panorama apresentada dentro do jogo após o primeiro gol são-paulino, anotado por Lucas Pratto.

"Sai o gol, cria ânimo para vencer o jogo, dá uma baixada e o adversário cresce. Em uma jogada de profundidade, fez o segundo gol. Mérito do São Paulo que foi feliz em um jogo mais disputado taticamente. Os lances capitais foram favoráveis", lamentou Cuca.

Cansaço tirou Edu Dracena e Zé Roberto

Cuca optou por não relacionar dois titulares para o compromisso deste final de semana. Zé Roberto e Edu Dracena acabaram liberados da concentração horas antes da partida, depois de não participarem do rachão da última sexta-feira. O treinador apontou o cansaço e o calendário como justificativa para a retirada dos veteranos do clássico.

"Jogamos quarta-feira até meia noite. Pouco mais de dois dias estamos aqui, é natural que preserve um ou outro jogador. Juninho não pode jogar a Copa do Brasil, o Mayke não pode. Alguns não podem jogar, e tem que pensar na competição seguinte", declarou o treinador.

O Palmeiras retorna a campo na quarta-feira para enfrentar o Internacional, em Porto Alegre, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. A equipe alviverde carrega a vantagem simples de 1 a 0, conquistada no primeiro confronto, ocorrido há duas semanas no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos