Fla abre placar, mas cede empate ao Atlético-PR, do estreante E.Baptista

Do UOL, no Rio de Janeiro

No dia da estréia de Eduardo Baptista como novo técnico do Atlético-PR, os donos da casa receberam o Flamengo e empataram em 1 a 1. Os visitantes abriram o placar com Mancuello, mas os atleticanos, com Thiago Heleno, deixaram tudo igual.

Na Arena da Baixada, as equipes disputaram uma partida de boas alternâncias e de poucas faltas.  Apesar de ter arrancado o empate, o momento do Furacão na Arena da Baixada não é dos melhores. O time não ganha há quatro jogos em sua casa, que sempre foi um tradicional alçapão.

Na quarta-feira, os paranaenses têm um duelo contra o Santa Cruz, pela Copa do Brasil, às 19h30, na Arena da Baixada. Na ida, empate por 0 a 0. Já o Flamengo tem a semana livre de treinos até a partida contra o Botafogo no domingo. O clássico deve marcar a reinauguração da Arena da Ilha.

PRIMEIRO TEMPO

Ainda juntando os cacos após a eliminação na Libertadores, o Flamengo entrou no gramado da Arena da Baixada cheio de novidades. O técnico Zé Ricardo optou por Renê, Cuéllar, Matheus Sávio e Mancuello.

As apostas tornaram o Fla um time cauteloso, mas que viu o adversário ter mais a bola e ter as chances mais perigosas da etapa inicial. Na melhor delas, Nikão cabeceou e a bola explodiu no travessão de Muralha, que ainda fez grande defesa em conclusão de Grafite. O atacante atleticano também acertou a trave do goleiro do Fla.

Em uma das raras descidas dos cariocas, Pará cruzou para Mancuello, que cabeceou sem chances para Wéverton. A bola ainda furou a rede da Arena da Baixada.

Com a vantagem, o Flamengo redobrou seus cuidados defensivos e manteve a postura de só sair "na boa". O Furacão teve mais a bola, ditou o ritmo da partida, mas não conseguiu vencer o adversário na etapa inicial.

SEGUNDO TEMPO

O panorama da partida não mudou tanto na volta das equipes do vestiário. Atrás do placar, o Atlético foi mais incisivo e incomodou mais o Flamengo.

Os visitantes, por sua vez, mantiveram uma conduta mais cautelosa e pouco rondaram a área de Wéverton, exceção feita a uma bela cabeçada de Guerrero que o goleiro pegou. O camisa 9 também desperdiçou ótima chance em passe de Lucas Paquetá,

Aos 10, Thiago Heleno subiu mais alto e empatou o jogo na Arena da Baixada. O Furacão mostrou mais ímpeto para ganhar o jogo, ao passo que o Flamengo pareceu satisfeito com o resultado. Dada a proposta das equipes e o desempenho em campo, a igualdade foi um placar justo em Curitiba.

JOIA EM CAMPO

Aos 24 minutos do segundo tempo, o técnico Zé Ricardo chamou o atacante Vinicius Jr para o jogo. Essa foi a terceira participação do jovem de 16 anos entre os profissionais.

Nos minutos que teve em campo, Vinicius ocupou a faixa esquerda do campo e foi mais efetivo do que Matheus Sávio, que iniciou o jogo como titular. Ainda que não tenha feito nenhuma grande jogada, o camisa 20 incomodou mais os zagueiros adversários.

Vinicius Jr. foi vendido ao Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões). O Flamengo deve embolsar cerca de R$ 100 milhões deste montante.

CARRASCO

O zagueiro Thiago Heleno tem sido um verdadeiro pesadelo para a defesa do Flamengo. Na Copa Libertadores, o defensor marcou o gol que abriu o caminho para a vitória por 2 a 1. Neste domingo, foi ele quem empatou a partida. Nas duas vezes o jogador levou a melhor em jogadas pelo alto contra o Fla.

AJUDINHA NA PONTARIA
 
Sem ver a equipe marcar há três jogos em casa - desde o 2 a 1 sobre o Flamengo, há um mês e dois dias - a torcida do Atlético resolveu dar uma força para seus atacantes. 
 
Reprodução
Torcedores do Atlético indicam o caminho para o gol
 
EM CASA
 
Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2013, com 21 gols, Ederson voltou ao Atlético. Neste domingo, o camisa 91 ficou no banco de reservas. Ele entrou aos 25 minutos da etapa final e teve uma possibilidade de conclusão em gol. O retorno do ídolo foi festejado no Twitter do Furacão.
 
NOVO ENCONTRO
 
As equipes fizeram em Curitiba a terceira partida entre os times em 2017. Pela Libertadores, cada um venceu a partida que teve como mandante. O Furacão segue na competição continental. Já o Fla foi eliminado.
 
 
ATLÉTICO-PR 1x1 FLAMENGO 
 
Data/hora: 28/05/2017, às 16h (de Brasília) 
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kléber Lucio Gil (SC) e Neuza Inês Back (SC)
Cartões amarelos: Pablo (CAP)
Gols: Mancuello, aos 23 minutos do primeiro tempo;  Thiago Heleno, aos 10 minutos do segundo tempo
 
ATLÉTICO-PR
 
Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Matheus Rossetto; Nikão (Douglas Coutinho), Lucho González (Guilherme) e Pablo; Grafite (Ederson) Técnico: Eduardo Baptista 
 
FLAMENGO
 
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar (Rodinei) e Willian Arão; Mancuello (Lucas Paquetá), Matheus Sávio (Vinicius Jr.) e Guerrero Técnico: Zé Ricardo 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos