Dedé sente incômodo no joelho, mas tranquiliza torcida. Arrascaeta preocupa

Do UOL, em Belo Horizonte

O zagueiro Dedé não conseguiu terminar o jogo do Cruzeiro diante do Santos, que terminou com a vitória celeste por 1 a 0 nesta tarde de domingo. O jogador do time celeste sentiu dores no joelho esquerdo e não voltou para o segundo tempo da partida, sendo substituído pelo equatoriano Kunty Caicedo. Após o jogo, o atleta tranquilizou a torcida e disse que pediu para sair apenas por precaução.

"Foi só um desgaste mesmo, por isso falei que era melhor dar uma segurada. A maioria dos jogadores que passam por lesões no joelho sentem uma sobrecarga, por isso preferi sair", comentou o zagueiro. Vale lembrar que o joelho esquerdo não é aquele que deixou o zagueiro por meses em tratamento. Por sinal, foi na Vila Belmiro que o jogador teve sua primeira grande lesão, ainda no final de 2014.

"Que nada, eu estou de boa, graças a Deus nós temos jogadores com muita qualidade para entrar e fazer o posicionamento do outro da melhor forma possível", acrescentou o jogador, que ainda voltou para o banco de reservas caminhando normalmente no segundo tempo.

Dedé voltou aos campos no mês de março e ganhou a disputa com Caicedo para ser o companheiro de Léo no miolo de zaga, já que Manoel se machucou. Desde então, ele atuou por seis vezes em 2017, sendo o compromisso contra o Peixe sua quinta partida seguida entre os onze atletas iniciais.

"Eu já estava ciente de que poderia acontecer esse desgaste. Mas foi bom, joguei o primeiro tempo bem. Agora vamos pensar na Chapecoense e ver o que dá no decorrer da semana. Mas se Deus quiser, no próximo jogo eu já estou dentro", concluiu.

Com a vitória por 1 a 0, o Cruzeiro foi aos sete pontos, cola no pelotão de cima e aguarda o restante dos jogos para saber em qual colocação ficará no final da rodada. O Santos permanece com três pontos no meio da tabela.

Situação de Arrascaeta requer cuidado

Diferente de Dedé, a situação de Arrascaeta já não é tão simples. O jogador foi alvo de uma tesoura aplicada por Copete logo no início do segundo tempo. Após atendimento médico fora do campo, o meia não suportou as dores e precisou ser substituído por Thiago Neves minutos depois. De acordo com o médico do Cruzeiro, Wallace Espada, o uruguaio sofreu um trauma no joelho e será reavaliado nesta segunda.

"O Arrascaeta sofreu um trauma torçonal no joelho direito no meio do segundo tempo e está com uma dor na face medial do joelho. Será reavaliado amanhã para ver se necessitará de um exame de imagem. Se necessitar, vemos o diagnóstico e vê sobre a continuidade  dele ou a possibilidade de ser vetado por alguns dias", disse o médico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos