Renato fala em inocência, mas minimiza virada sofrida pelo Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

Inocência dos jovens, falta de ritmo de jogo e uma pitada de desentrosamento. Renato Gaúcho explicou assim a derrota, de virada, do Grêmio para o Sport. Neste domingo (28), após tomar 4 a 3 na Ilha do Retiro, o treinador citou a oscilação da equipe reserva e cheia de garotos ao explicar o tropeço na terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

De olho nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Grêmio relacionou somente oito atletas do elenco principal e completou a delegação com nomes do chamado time de transição.

"Eu estou orgulhoso do time que jogou. Eles se entregaram, lutaram. Infelizmente o Sport cresceu e tomamos a virada. Mas não faltou luta. Tivemos uns probleminhas e perdemos o jogo ali. A inocência de muitos jogadores e o ritmo de jogo de outros. O Grêmio tem uma garotada boa, a gente tem que soltar eles. Vi com bons olhos, mas saio orgulhoso dos garotos. Eles honraram a camisa do Grêmio. A gente poderia ter saído com resultado melhor, mas não é fácil jogar aqui na Ilha contra o Sport com time principal, precisando vencer", disse Renato.

Além da escalação, o Grêmio também usou um esquema diferente. O 3-4-3 com variação para o 5-4-1 ajudou o Tricolor a ter um começo arrasador. Com dois gols em menos de 20 minutos. Mas a atuação definhou antes do intervalo e na etapa final a derrota se materializou.

"A gente começou muito bem, com um esquema que treinamos por 30 minutos. Mas mesmo assim, fomos bem e tivemos a chance para matar o jogo. No segundo tempo o Sport tomou conta pela nossa inocência. Pelo ritmo de jogo. Mas faz parte, ninguém vai tirar da minha cabeça que o time foi bem. Estou orgulhoso dos garotos", comentou o treinador.

Na zaga, Thyere atuou ao lado de Bruno Rodrigo e Bressan. O volante Kaio e o meia Conrado jogaram abertos na linha de quatro do meio-campo. Sem a bola, ambos recuavam para formar uma linha de cinco. Fernandinho e Everton faziam a recomposição na segunda linha.

"O 3-4-3 foi a maneira que achei. Na lateral tivemos que improvisar um cabeça de área. Na esquerda também. Então procurei proteger bem eles com três zagueiros. O esquema foi bom, foi maravilhoso. Tanto que massacramos o Sport no começo. Depois pagamos pela nossa inocência", explicou Renato.

O Grêmio volta a campo na quarta-feira, às 21h45 (Brasília), contra o Fluminense. Como venceu a partida de ida por 3 a 1, o Tricolor pode até perder por 1 a 0 que estará nas quartas de final da Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos