Beto da Silva estreia após cinco meses e abre 'nova etapa' no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Atacante peruano entrou no segundo tempo da derrota do Grêmio para o Sport

    Atacante peruano entrou no segundo tempo da derrota do Grêmio para o Sport

Beto da Silva, enfim, estreou pelo Grêmio. Ao entrar no segundo tempo do jogo contra o Sport, em Recife, o peruano terminou a espera e a fase de recuperação de lesões. Mesmo com a derrota por 3 a 2, pelo Campeonato Brasileiro, o pouco tempo em campo e sem gols, o debute do atacante foi celebrado no Tricolor pela simbologia. O fim de uma etapa e o início da nova fase no Brasil.

Aos 20 anos, Beto foi contratado em janeiro e teve três lesões musculares. Por isso, ficou quase cinco meses no Grêmio sem estrear.

Relacionado pela primeira vez junto com reservas e nomes do chamado time de transição, o camisa 19 ficou no banco. Foi lançado a campo quando o placar da Ilha do Retiro já apontava vitória do Sport, de virada. Mas ainda assim ficou satisfeito.

"Graças a Deus, me recuperei. Demorou mais do que eu pensei, mas estou aqui. Estou muito feliz pela minha estreia", comentou Beto da Silva. "Sorrindo não, mas no pessoal estou feliz por ter jogado novamente. Mas triste pela derrota", completou depois.

Peruano com cidadania brasileira, Beto da Silva se profissionalizou no Sporting Cristal e trocou o futebol peruano pelo PSV em 2016. Na Holanda não chegou a jogar no time principal e voltou ao Brasil de olho na disputa da Libertadores e também mirando nova chance na seleção dirigida por Ricardo Gareca. No ano passado, Beto da Silva foi chamado para jogos do time peruano. Foi apontado como o reserva de Paolo Guerrero.

A contratação de Beto custou cerca de 400 mil euros (R$ 1,3 milhão na cotação da época da assinatura do contrato). O Grêmio adquiriu 70% dos direitos econômicos e investiu apostando no jovem como opção para atuar em duas funções do ataque: pelo lado, como extrema, e também como referência, dentro da área.

O Grêmio volta a campo na quarta-feira, contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Como o jogo é no Rio de Janeiro, a delegação que está em Recife se dividirá em duas: uma parte voltará a Porto Alegre e outra seguirá para a capita fluminense, onde encontrará os titulares que ficaram no Rio Grande do Sul no final de semana.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos