Cruzeiro vai recorrer ao STJD para pedir punição mais severa a Copete

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

O Cruzeiro vai acionar a CBF para pedir uma punição ao árbitro Eduardo Aquino Valadão, da federação de Goiás. No último domingo, Eduardo foi o dono do apito na partida do clube mineiro contra o Santos, na Vila Belmiro. No segundo tempo de jogo, a lesão de Arrascaeta causou revolta na comissão técnica e diretoria celeste. Para o Cruzeiro, a tesoura aplicada por Copete deveria ser punida com o cartão vermelho direto, e não apenas com um amarelo, como foi aplicado ao santista.

O departamento jurídico do Cruzeiro vai entrar com uma representação na procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para conseguir uma pena mais severa ao jogador do Santos. Na última segunda-feira, após retornar a Belo Horizonte, Arrascaeta foi reavaliado na Toca da Raposa e diagnosticado com uma torção forte no joelho direito. O meia só deverá voltar aos campos em torno de dois meses.

Além de tirar Arrascaeta do restante do jogo, a falta de Copete ainda tirou o jogador de dois amistosos da seleção do Uruguai. A federação do país já informou sobre a desconvocação do atleta. Se a previsão dos médicos se concretizar, o meia ainda perderá pelo menos 15 jogos da temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos