Robinho tem nome gritado pela torcida, mas retorno é ofuscado por derrota

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Destaque do Cruzeiro nos primeiros meses do ano, o meia-atacante Robinho voltou ao time nesta noite de domingo, na partida contra a Chapecoense. O jogador começou a partida no banco de reservas e entrou aos 16 minutos da etapa final, já com a derrota por 2 a 0 em andamento, placar que prevaleceu até o final do jogo. Quando ainda estava entre os suplentes, o atleta ouviu seu nome ser gritado nas arquibancadas, além de ter sido um dos atletas que escaparam das vaias no final da partida. O carinho do torcedor, porém, não foi suficiente para o jogador deixar o campo lamentando sua volta com o resultado negativo.

"Eu não me incomodaria ficar mais uma semana fazendo trabalho físico se essa vitória aparecesse. Mas é algo que faz parte. Fomos lá na Vila Belmiro e vencemos e agora fomos surpreendidos. Não esperávamos este resultado, mas agora temos que levantar a cabeça e tentar buscar uma vitória fora", comentou o jogador.

Autor de quatro gols em 2017, Robinho ficou de fora por mais de dois meses por causa da uma lesão de grau três no músculo posterior da coxa esquerda. A partir de agora, o jogador deverá aprimorar a parte física para ter condições de começar um jogo desde o início e voltar a brigar pela titularidade.

Com a derrota, o Cruzeiro permaneceu com sete pontos e caiu para a oitava colocação. O próximo compromisso do Cruzeiro no Brasileirão será na próxima quinta-feira. Às 21h, o time visita o Bahia na Fonte Nova.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos