Victor defende 11º pênalti como goleiro do Atlético-MG, segundo de Willian

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Primeiro pênalti que Victor pegou de Willian foi no clássico Atlético-MG x Cruzeiro

    Primeiro pênalti que Victor pegou de Willian foi no clássico Atlético-MG x Cruzeiro

O Atlético-MG segue sem vencer no Campeonato Brasileiro, mas pelo menos conquistou um ponto diante do Palmeiras, no Allianz Parque. Muito por causa de Victor. O goleiro pegou o pênalti batido por Willian, aos 45 minutos do primeiro tempo. Foi a 11ª penalidade defendida pelo goleiro desde que foi contratado pelo Atlético, há cinco anos.

A conta tem as defesas feitadas também em disputas de pênaltis, casos da semifinal e final da Copa Libertadores de 2013, além do duelo com o Juventude, nas quartas de final da Copa do Brasil do ano passado. O primeiro pênalti defendido por Victor foi em setembro de 2012, contra o Náutico. A cobrança foi de Araújo.

E foi justamente uma cobrança que fez Victor se tornar um santo para a torcida do Atlético, quando defendeu um pênalti cobrado por Riascos, nas quartas de final da Libertadores de 2013, aos 47 minutos do segundo tempo. Defesa que permitiu a equipe mineira avançar no torneio.

Já sobre a defesa deste domingo, o goleiro ressaltou o fato de manter o resultado em 0 a 0, o que deu maior tranquilidade para o Atlético na etapa final. "Cada defesa tem usa importância, mas pelo momento do jogo, o pênalti é sempre mais importante para o goleiro. Ainda mais que possibilitou virar o primeiro tempo com 0 a 0, o que nos deu tranquilidade, para não ter de correr atrás do adversário no segundo tempo", disse Victor, que defendeu um pênalti cobrado por Willian pela segunda vez. A primeira foi no Brasileirão de 2015, no clássico com o Cruzeiro.

"A gente tenta travar um duelo emocional com o batedor. O Willian é batedor competente e eu já tinha pegando um pênalti dele, no clássico, no Mineirão. Acabou que ele mudou de lado hoje, mas tive a felicidade de acertar. Acabei passando um pouco e a bola bateu na minha perna direita. Fico feliz por ter ajudado".

Apesar do ponto conquistado fora de casa, diante de um dos candidatos ao título, o Atlético termina a quarta rodada dentro da zona do rebaixamento. Mas nada para preocupar ao goleiro alvinegro. Na opinião de Victor, Atlético e Palmeiras, que também não começou bem o Brasileirão, vão brigar pelas primeiras colocações.

"Desde 2011 o Palmeiras não vence o Atlético. Acho que o 0 a 0 não condiz com o que foi a partida, as duas equipes tiveram chances. Eu e o Prass tivemos trabalho. Creio que Atlético e Palmeiras têm dois dos melhores elencos e vão crescer no campeonato. Ainda é início, momento de alguns ajustes. Tanto Atlético, quanto Palmeiras, quando encaixarem seus melhores jogos, vão crescer na competição".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos