F. Prass é defendido por Cuca e explica hesitação em gol do Coritiba

Do UOL, em São Paulo (SP)

O lance do gol de Matheus Galdezani gerou questionamentos de palmeirenses em relação à ação de Fernando Prass. Torcedores reclamaram da hesitação do camisa 1, que segurou a saída e deu espaço para o jogador do Coritiba finalizar. As críticas, no entanto, foram ignoradas pelo técnico Cuca, defensor do veterano de 38 anos.

Questionado sobre a 'culpa' de Prass no lance do gol, Cuca tratou de blindar o goleiro, criticado por gols sofridos do Palmeiras nas últimas semanas – os dois sofridos no clássico contra o São Paulo e contra o Atlético Tucumán-ARG, pela Libertadores.

"O Fernando [falha]? Lembro-me bem a jogada. Lançamento longo, a sobra tira em bom posicionamento. Ficamos em dúvida, um deixou para um, outro deixou para o outro, e ninguém foi para a bola. O menos culpado deste gol foi o Fernando", comentou o treinador.

O próprio Fernando Prass tratou de explicar o lance depois da partida, durante passagem na zona mista do Estádio Couto Pereira.

"Foi uma bola longa. Tentei fechar o ângulo, mas ele pensou rápido", comentou o camisa 1, em conversa com o 'Globoesporte'.

A ideia palmeirense é não remoer os erros e reagir imediatamente – são quatro partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro (o último resultado positivo ocorreu apenas na estreia contra o Vasco). No sábado, a equipe alviverde recebe o Fluminense, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos