Botafogo x Coritiba opõe forças de times econômicos que surpreendem no BR

Napoleão de Almeida e Bernardo Gentile

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

  • Ricardo Moraes/Reuters

    Revelado no futebol paranaense, Rodrigo Pimpão é talento do Botafogo

    Revelado no futebol paranaense, Rodrigo Pimpão é talento do Botafogo

O bom desempenho do Botafogo na temporada e a arrancada que deu ao Coritiba o título estadual e a terceira posição no Brasileirão fundem a cabeça dos matemáticos. Respectivamente 12º e 13º orçamentos do Brasileirão (conta feita a partir da divulgação dos valores de cotas de TV, patrocínios e estimativa de bilheteria para 2017) ambos têm o mérito de transformarem elencos menos badalados – e também mais baratos – nas surpresas deste primeiro semestre. No domingo, 11h da manhã no Estádio Nilton Santos, os dois clubes medirão esse potencial no choque entre ambos.

O orçamento do Coxa para a temporada está estimado em R$ 66,9 milhões contra R$ 78,5 do Botafogo, quase quatro vezes menor que os 247 milhões estimados para o Palmeiras, décimo sexto colocado na tabela, líder em arrecadação. Com isso, escolhas mais modestas para o elenco e até mesmo para os técnicos, casos de Jair Ventura e Pachequinho.

O Botafogo de Jair Ventura tem se virado para manter a competitividade. No último duelo, contra o Santos, o time teve nada menos do que 12 desfalques e teve que utilizar os jovens da categoria de base. A derrota no último lance foi vista como injusta e mantém o ânimo do Alvinegro na competição.

Para a partida deste domingo, o Botafogo contará com o retorno de Gatito Fernandez, que estava convocado pela seleção paraguaia. Além do goleiro, o Alvinegro tem ainda a volta de Bruno Silva, após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Após período de lesão, Montillo pode retomar titularidade, embora ainda seja prematuro. Camilo segue fora.

"Só temos Roger e Pimpão e os meninos para o ataque. Vou usar os meninos. Não tem como não usar. Enquanto não temos as contratações, vamos usar. Mas isso tem um peso. Enfrentamos o Santos com nove meninos da base. Mas como nossa realidade financeira é complicada, temos que usar os meninos. Às vezes queimamos até algumas etapas, mas não tem jeito", disse Jair Ventura, que elogiou o ataque coxa-branca: "O que me preocupa é o terço final. Eles têm sete atacantes que podem definir. Eles tem o Gladiador, saindo ele pode entrar o Alecsandro, tem o (Neto) Berola, tem o Henrique (Almeida)... são muitas opções, isso é muito bom para o treinador. É uma equipe leve e que joga para frente. Não vejo como cavalo paraguaio não, foi muito bem montada esse ano."

Terceiro colocado do Brasileirão, o Coxa tem chamado a atenção pelo bom futebol apresentado, mas segue levantando questões. O time reúne jogadores rodados e que não encontraram mais espaço nos ricos clubes de Rio ou São Paulo – como Kléber Gladiador e Rildo – e alguns talentos descobertos pelo departamento de futebol do clube, casos do zagueiro Márcio e de Matheus Galdezani, que será desfalque pelo terceiro amarelo. A cada vitória, uma declaração. A última veio do diretor Ernesto Pedroso, responsável pelo futebol do clube.

"Se você entrar em um campeonato bola murcha, tentando ser vice-campeão ou terceiro colocado, é mentalidade de perdedor. Jogamos com quatro times de qualidade. Mostramos que nossa equipe é competitiva e tem capacidade de acompanhar a qualidade técnica dos nossos adversários. O objetivo maior é ser campeão", disse Pedroso, confiante em uma grande campanha, em entrevista à Rádio Transamérica.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO X CORITIBA

Data: 11 de junho de 2017, Domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Motivo: Sexta rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Zioli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)

BOTAFOGO:

Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Montillo (Matheus Fernandes); Rodrigo Pimpão e Roger.
Técnico: Jair Ventura.

CORITIBA:

Wilson; Dodô, Werley, Márcio e William Matheus; Alan Santos, Jonas, Tiago Real (Tomas Bastos), Henrique Almeida, Kleber e Rildo.
Técnico: Pachequinho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos