Como a investida do Palmeiras em Richarlison interfere em jogo com Flu

Bernardo Gentille, José Edgar de Matos e Leo Burlá

Do UOL, em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ)

  • Luciano Belford/AGIF

    Richarlison recebeu proposta e pediu para não enfrentar o Palmeiras neste sábado

    Richarlison recebeu proposta e pediu para não enfrentar o Palmeiras neste sábado

O confronto entre Palmeiras x Fluminense, marcado para as 16h (de Brasília) deste sábado (10), no Allianz Parque, transcende as quatro linhas do gramado. Fora o embate técnico e tático, o jogo ganhou um caráter a mais de rivalidade em virtude da investida palmeirense sobre o atacante tricolor Richarlison. A abordagem palmeirense na proposta de R$ 40 milhões irritou profundamente os dirigentes cariocas.

De acordo com apuração do UOL Esporte, diretores do Fluminense cancelaram a reunião que teriam com o Palmeiras neste sábado, dia do confronto entre os dois times pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. A proposta, enviada ao time carioca pelos representantes de Richarlison, seria formalizada em um encontro no final de semana.

O Fluminense trata a negociação como encerrada por julgar como antiética a abordagem de empresários e do Palmeiras. A irritação ocorreu depois do pedido de Richarlison para ficar fora da partida deste sábado; o jogador soma cinco jogos no Campeonato Brasileiro e, caso atuasse nos dois próximos compromissos, não poderia se transferir para outro time da Série A.

Julga-se no Fluminense que o jovem atleta agiu sob pressão dos agentes e do próprio Palmeiras, que entrara em contato primeiro com os agentes para oficializar a proposta. No Rio de Janeiro, dirigentes se recusam a reabrir negociação com o clube alviverde, mesmo se este alcançar a exigência dos R$ 55 milhões.

Por outro lado, o Palmeiras, que não irá comentar o assunto publicamente, se mostra sem qualquer remorso da abordagem nesta negociação. A equipe levou a proposta junto aos empresários, que apresentaram os números ao Fluminense na última terça-feira.

O pedido de Richarlison, até então fora da partida por desejo próprio, é encarado como um sinal positivo por parte do clube alviverde. A crença é de que a dispensa aponta para o desejo do jovem jogador do Flu de se transferir para a capital paulista nas próximas semanas.

A 'Guerra Fria' entre os dirigentes, antes mesmo de o Fluminense dar a negociação como encerrada e garantir que não ouvirá mais o Palmeiras, se transportou para dentro das quatro linhas. Abel Braga, na última quinta-feira, ironizou o interesse do atual campeão nacional às vésperas da partida.

"Muito estranho, vamos jogar contra o Palmeiras daqui a 48 horas e sai isso. Achei até que era primeiro de abril. Ele está escalado e vai para o jogo", declarou o técnico do Fluminense, antes, evidentemente, de receber o pedido de dispensa de Richarlison na última sexta-feira.

A irritação transparecida por Abel Braga, antes mesmo de os dirigentes se incomodarem e cancelarem a reunião de sábado, não atingiu o técnico Cuca. O comandante palmeirense, que já declarou publicamente a necessidade de contar com um novo atacante, ignorou o assunto.

"Vamos jogar amanhã com o Fluminense. Tenho respeito enorme pelo Abel e pelo Fluminense. Todo jogo tem caráter decisivo, última coisa que quero falar é de jogador que vai jogar contra nós amanhã. O que estiver acontecendo não vem ao caso por respeito a todos que estão envolvidos. Temos que trabalhar o nosso time e o que temos aqui", comentou.

O nome de Richarlison movimentou os últimos dois dias dos clubes e mobilizou torcedores nas redes sociais. O grande personagem da partida, desta vez, estará bem longe do gramado, mesmo com a garantia tricolor de que o atacante não vestirá verde neste ano.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS x FLUMINENSE

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 10 de junho de 2017 (sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean (Fabiano), Edu Dracena, Juninho e Egídio; Thiago Santos (Michel Bastos) e Felipe Melo; Tchê Tchê, Alejandro Guerra e Keno; Willian.
Técnico: Cuca.

FLUMINENSE: Julio Cesar; Lucas, Reginaldo, Henrique e Léo; Luis Fernando, Wendel e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior, Matheus Alessandro (Calazans) e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos