Corinthians e SP têm abismo de valores com venda de promessas desde 2012

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Araruna e Maycon se enfrentam em lance do clássico: dinheiro x resultados

    Araruna e Maycon se enfrentam em lance do clássico: dinheiro x resultados

Um abismo de pouco mais de 80 milhões de euros separa Corinthians e São Paulo em relação às vendas de promessas da base ao futebol europeu. A recente negociação entre São Paulo e Lille-FRA pela transferência do atacante Luiz Araújo ajudou o clube são-paulino a aumentar a vantagem sobre o rival.

Segundo levantamento do UOL Esporte, o Corinthians, desde 2012, alcançou a marca de 15,4 milhões de euros ao negociar atletas oriundos do terrão. O rival deste domingo, por sua vez, alcançará a cifra de 97,1 milhões de euros com a ida de Luiz Araújo ao Lille. A diferença, dessa forma, chega a 75,7 milhões de euros.

Nos últimos cinco anos, o Corinthians viu quatro jogadores da base tomarem o caminho da Europa: Malcom, Marquinhos, Matheus Pereira e Matheus Cassini. Já o São Paulo soma 11 transferências no mesmo período. Além de Luiz Araújo, Lucas, Ademílson, Augusto, Boschilia, Bruno Uvini, Casemiro, David Neres, Ewandro, Lucas Evangelista e Lyanco.

A lista são-paulina ainda traz um ponto importante para que o clube faça negócios com valores altos. Boa parte dos jogadores que foram negociados têm maior histórico em seleções de base que os corintianos. São os casos de Lyanco, Lucas, David Neres, Boschilia, Ademílson, Ewandro, Casemiro, Bruno Uvini e Lucas Evangelista.

Todos eles também defenderam seleções de base em torneios importantes. Entre os corintianos, apenas Malcom e Marquinhos participaram de competições de ponta com a camisa brasileira.

Resultados em campo

O Corinthians, em contrapartida, alcança resultados melhores em campo com os jovens. Malcom, por exemplo, sagrou-se campeão brasileiro em 2015 como titular - durante a campanha, Guilherme Arana, reserva de Uendel, chegou a marcar um gol no empate por 3 a 3 com o Palmeiras.

No lado do São Paulo, Lucas destacou-se na conquista da Copa Sul-Americana, em 2012 - Casemiro estava no elenco, mas não entrou em campo na campanha do título continental.

Neste ano, o Corinthians ergueu a taça do Paulistão com a participação efetiva de dois atletas da base: os titulares Guilherme Arana e Maycon, além dos reservas Léo Jabá, Pedro Henrique e Pedrinho.

O São Paulo começou a temporada com um time composto por muitos atletas revelados em Cotia, como Rodrigo Caio, Luiz Araújo e João Schimdt - Araruna e Shaylon eram opções para as etapas finais. Hoje, porém, apenas Rodrigo Caio é titular absoluto da equipe de Rogério Ceni.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos