Vasco muda após entrada de Nenê e vence Sport com mais um de Luis Fabiano

Do UOL, em Santos (SP)

A torcida pediu e Nenê, que iniciou o jogo desta noite de sábado (10), em São Januário, no banco de reservas, foi a campo no intervalo. E deu certo. O Vasco cresceu no segundo tempo e, com um belo gol de cabeça de Luis Fabiano e outro de Douglas, já no fim da partida, venceu o Sport de Luxemburgo por 2 a 1, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

A vitória se torna importante para a torcida fazer as pazes com o time vascaíno, que chega a nove pontos e pula, ao menos temporariamente, para a oitava posição da tabela. Já o Sport acaba ultrapassado pelo próprio Vasco, estaciona nos sete pontos e fica, por enquanto, com o 13º lugar.

Os dois times agora voltam a campo na quarta-feira (14). O Sport joga mais cedo, às 19h30, contra o São Paulo, na Ilha do Retiro. Já o Vasco visita a Chapecoense às 21h45, na Arena Condá. As partidas são válidas pela sétima rodada da Série A.

O melhor: Luis Fabiano

Thiago Ribeiro/AGIF
Fez mais uma vez o que dele é esperado: gol. Decidiu a partida com uma bonita cabeçada e ainda foi importante para segurar a bola na frente.

O pior: Thallyson

Ajudou pouco o meio-campo do Sport e acabou substituído por Luxemburgo já no intervalo da partida.

Nenê segue sem moral com Milton Mendes

Com a lesão de Kelvin, o torcedor do Vasco esperava rever Nenê de volta ao time titular. Mas não foi o que aconteceu. O técnico Milton Mendes escolheu Manga Escobar. Apesar de frustrar os vascaínos, a escolha faz sentido, já que o atacante tem o perfil de velocidade e drible, como o do companheiro contundido.

Torcida pede, e Nenê entra no intervalo

Com o time jogando mal e errando muitos passes, a torcida começou a pedir a entrada de Nenê já aos 30min de jogo. Aos 40, ele começou a aquecer, e foi a campo no intervalo, na vaga de Wellington. E logo foi possível ver a melhora do Vasco, que passou a pressionar - e assustar - o Sport. Com o tempo, a superioridade foi transformada em gols.

De novo Luis Fabiano. E de novo de cabeça

WALLACE TEIXEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Com o Vasco melhor no segundo tempo, o primeiro gol saiu aos 17min, em uma jogada iniciada por Nenê. Ele acionou Luis Fabiano, que correu com a bola e abriu para Mateus Vital. Ele cruzou para o próprio camisa 9, que cabeceou com estilo para mandar para as redes. Foi o sexto gol do Fabuloso na temporada (o quinto no Brasileiro), sendo o quarto de cabeça.

Luxemburgo tenta, mas Sport não se encontra

Thiago Ribeiro/AGIF
Depois de uma boa atuação contra o Flamengo, o Sport não se encontrou diante do Vasco. Errou passes demais e pouco assustou o gol de Martin Silva. Luxemburgo tentou no segundo tempo, colocando Sander, Rogério e Leandro Pereira, mas não adiantou. O time piorou e foi dominado pelo Vasco.

Defesa do Vasco quase passa em branco pela 1ª vez

Dono da pior defesa do Campeonato Brasileiro, com 14 gols, o Vasco quase conseguiu, pela primeira vez, terminar uma partida sem levar gols neste Campeonato Brasileiro. Faltou um minuto. Mas Gilberto fez pênalti bobo nos acréscimos e André, com tranquilidade, converteu.

VASCO 2 X 1 SPORT

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10/06/2017 (sábado)
Árbitro: Caio Max Vieira (RN)
Público/Renda: 9.485 pagantes (10.273 presentes) / R$ 291.675,00
Cartões Amarelos: Osvaldo (Sport)
Gols:  Luis Fabiano, aos 17min, Douglas, aos 45min, e André, aos 47min do segundo tempo 

VASCO
Martín Silva, Gilberto, Paulão, Breno e Henrique; Jean, Wellington (Nenê), Douglas e Mateus Vital (Jomar); Manga Escobar (Evander) e Luis Fabiano
Técnico: Milton Mendes

SPORT
Magrão, Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Patrick; Anselmo (Leandro Pereira), Rithely, Thallyson (Sander) e Thomás (Rogério); Osvaldo e André
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos