Elano assume culpa por expulsão de jogador do Santos: "fiquei bem chateado"

Do UOL, em Santos (SP)

Em sua despedida do comando do Santos antes de Levir Culpi assumir o time, Elano conseguiu a sua segunda vitória consecutiva (em dois jogos) ao superar o Atlético-PR por 2 a 0, na Arena da Baixada, na noite deste domingo (11). Porém, o técnico também teve o que lamentar. No fim do jogo, ele acabou, sem querer, provocando a expulsão do lateral Daniel Guedes.

O lateral do Santos, que não jogava uma partida oficial há oito meses, já estava com cartão amarelo e se preparava para cobrar uma falta no campo de defesa. Com o placar em 2 a 0, Elano pediu para que Daniel saísse da bola e deixasse a cobrança para Lucas Veríssimo. O juiz entendeu como cera e acabou dando o segundo amarelo para o lateral santista.

Em entrevista coletiva pós-jogo, Elano se desculpou pelo ocorrido e lamentou a expulsão de Daniel Guedes.

"A expulsão do Guedes foi uma falha minha. Ele estava na bola e eu pedi para ele sair. Eu queria explicar isso para o torcedor entender e deixar bem claro que, no momento, eu não lembrei que ele estava com o cartão amarelo e, como estava com três zagueiros, eu pedi para o zagueiro chutar e ele acabou sendo expulso", disse Elano.

"Eu fiquei muito chateado, e essa é a única tristeza que eu tenho no jogo de hoje", completou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos