'Novo trio' funciona, Ponte vence Chape em jogo dramático e chega ao G-4

Do UOL, em Santos (SP)

Titulares da Ponte Preta pela primeira vez em 2017, Renato Cajá e Emerson Sheik fizeram na tarde deste domingo (11) companhia ao titular absoluto Lucca. E deu muito certo. O 'novo trio' brilhou e participou dos três gols da equipe campineira na vitória por 3 a 2 sobre a Chapecoense, no Moisés Lucarelli. Destaque para o segundo deles, que contou com uma desconcertante caneta seguida de uma linda assistência de Sheik para Lucca concluir.

Depois de abrir 3 a 0 no placar, o jogo ganhou ares de tensão no segundo tempo. A Chapecoense diminuiu para 3 a 2 com dois gols em três minutos e por pouco não arrancou um heroico empate no Moisés Lucarelli - Aranha fez milagre no fim.

Com a vitória, a Ponte Preta reage após derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO e chega a dez pontos, terminando esta sexta rodada, ao menos por enquanto, na quarta colocação da tabela. Já a Chapecoense, ultrapassada pela própria Macaca, estaciona nos mesmos dez, mas cai duas posições e fica com o sexto lugar.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira (14). A Ponte Preta joga um pouco mais cedo, às 21h, contra o Flamengo, na Ilha do Governador, enquanto a Chapecoense encara o Vasco, na Arena Índio Condá, às 21h45. Os jogos são válidos pela sétima rodada da Série A.

O melhor: Lucca

JALES VALQUER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Apesar das ótimas atuações de Renato Cajá e Emerson Sheik, Lucca quem foi mais brilhou, participando dos três gols. Deu o passe para o primeiro, marcou o segundo e sofreu e cobrou a falta que originou o terceiro.

O pior: Apodi

Apoiou pouco e teve trabalho para marcar o ataque da Ponte Preta. Pendurado, foi substituído no começo do segundo tempo.

Titulares pela 1ª vez, Sheik e Cajá brilham

Emerson Sheik e Renato Cajá foram titulares da Ponte Preta pela primeira vez desde que foram contratados. E ambos acabaram sendo decisivos: o meia abriu o placar e fez o seu primeiro gol nesta quarta passagem pela Macaca, enquanto o atacante deu um lindo espetacular (depois de uma caneta espetacular no rival) para Lucca fazer o segundo.

Moisés escorrega e 'dá' gol para a Ponte

O primeiro gol da Ponte Preta saiu depois de uma vacilada de Moisés, que escorregou após passe de Lucca para Renato Cajá, pouco antes da meia-lua. Com a falha do jogador da Chape, o meia ficou de frente para Jandrei e finalizou no canto, com categoria, para abrir o placar.

Jandrei quase entrega e 'complica' Lucca

Confiante até demais no começo do jogo, Jandrei por duas vezes quase se complicou ao tentar tocar a bola para seus companheiros. E em uma delas, acabou complicando a vida de Lucca, que foi atingido nos 'países baixos' e precisou de um bom tempo para se recuperar.

Chapecoense reage e quase empata

Com o placar em 3 a 0, o jogo parecia ganho para a Ponte Preta. Mas dois gols da Chapecoense (de Osman e Rossi) em apenas três minutos colocaram o time de Chapecó novamente na partida. Faltou pouco para o time da casa sair com um amargo empate do Moisés Lucarelli - Aranha fez um milagre no fim do jogo, em chute de Rossi.

Lucca mantém caça ao Ceifador

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, Lucca não deixou Henrique Dourado abrir distância na briga. O atacante do Flu marcou no último sábado, contra o Palmeiras, e foi a sete tentos. Mas o jogador da Ponte não ficou atrás e chegou aos cinco. Luis Fabiano, que também marcou sobre o Sport, divide a vice-liderança com Lucca.

Ponte Preta 100% em Campinas

Três jogos, três vitórias, oito gols marcados e dois sofridos. Esta é a campanha da Ponte Preta dentro do Moisés Lucarelli neste Campeonato Brasileiro.

PONTE PRETA 3 X 2 CHAPECOENSE

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas-SP
Data: 11/062017 (domingo)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA-PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (FIFA-PA) e Jose Ricardo Guimaraes Coimbra (FIFA-PA)
Cartões amarelos: Emerson Sheik e Nino Paraíba (Ponte); Luiz Otávio, Apodi, Osman e Reinaldo (Chape)
Gols: Renato Cajá, aos 15min, Lucca, aos 25min do primeiro tempo; Naldo, aos 15min, Osman, aos 25min, e Rossi, aos 27min do segundo tempo

PONTE PRETA
Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo (Luan Peres) e João Lucas; Wendel, Naldo, Léo Artur (Negueba) e Renato Cajá (Jádson); Emerson Sheik e Lucca
Técnico: Gilson Kleina

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi (Diego Renan), Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Moisés Gaúcho (Osman), Luiz Antonio e Seijas (Nenén); Arthur, Rossi e Wellington Paulista
Técnico: Vagner Mancini

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos