Torcida do Atlético-PR tenta invadir vestiário; Elano 'abandona' coletiva

Do UOL, em Santos (SP)

Revoltados com mais uma derrota em casa e a consequente lanterna do Campeonato Brasileiro, torcedores do Atlético Paranaense tentaram invadir os vestiários da Arena da Baixada logo após o final da partida contra o Santos, com placar de 0 a 2 para os visitantes. De acordo com informações da Rádio Transamérica, um grupo de torcedores se concentrou na entrada da garagem do estádio, que dá acesso aos vestiários. Rapidamente, os seguranças do clube chegaram e impediram uma ação mais incisiva, mantendo o grupo na rua, fora da garagem.

Ainda assim, o barulho e a movimentação chamaram a atenção dos jornalistas que estavam acompanhando as entrevistas coletivas dos dois times. O técnico interino do Santos, Elano Blumer, encerrou mais cedo a coletiva com a saída imediata dos jornalistas em direção ao tumulto. A assessoria de imprensa do Santos informou que o elenco alvinegro não era o alvo dos torcedores. Porém, com a 'fuga' dos jornalistas para checar os protestos da torcida rubro-negra, Elano ficou sozinho na sala no momento que responderia a última pergunta. Com isso, acabou antecipando o fim da coletiva.

A torcida atleticana seguiu o protesto na rua, com cobranças a diretoria. Mas, dentro do estádio, o técnico Eduardo Baptista pôde falar normalmente a sua visão do jogo. Até o final desta reportagem, não houve relatos de ocorrências mais graves. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos