Aos gritos de vergonha, atleticanos tentam explicar mais um vexame

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

A torcida do Atlético-MG soltou o grito de insatisfação contra a equipe após a derrota por 1 a 0 diante do Atlético-PR, nesta noite de quarta-feira. Depois de perder para o Vitória, até então lanterna do Brasileiro, o Galo jogou mais de um tempo com um a mais, mas caiu para o xará paranaense, que havia herdado a última colocação do Brasileiro.

"Não é fácil absorver essa derrota. Temos um time experiente, cada um tem que assumir a responsabilidade e levantar a cabeça. Domingo tem mais e temos que sair dessa situação", comentou o lateral Fábio Santos.

No Independência, o Galo procurou mais o gol e esteve mais perto de sair na frente durante praticamente todo o jogo. No final do primeiro tempo, o Furacão ainda teve Lucho González expulso, mas a superioridade numérica acabou não ajudando. Sem conseguir balançar as redes na etapa final, o time mineiro ainda viu o zagueiro Felipe Santana falhar feio já nos últimos minutos e Sidcley marcar o gol da vitória rubro-negra.

"Jogamos melhor e tentamos buscar o resultado, mas sofremos o gol no final. Insistimos, não deu certo, mas vamos em frente", disse o goleiro Victor.

Com o resultado, o Atlético-MG tropeça pela terceira vez em casa. Além da derrota para o Atlético-PR, o Galo ainda perdeu para o Fluminense e empatou contra a Ponte Preta. Na tabela de classificação, a equipe soma apenas seis pontos e retorna ao Z-4.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos