Botafogo faz dois, mas vacila e cede empate ao Vitória

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Botafogo fez parecer no primeiro tempo que o triunfo sobre o Vitória viria com certa tranquilidade. Isso porque o time fez 2 a 0 com gols de Bruno Silva e foi para o intervalo com largo sorriso. Os rubro-negros, porém, voltaram diferentes para a etapa complementar e arrancaram empate com Gabriel Xavier e Kieza.

Com o resultado, o Botafogo chega aos 9 pontos e se mantém na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro volta a campo no domingo, quando visita a Chapecoense, na Arena Condá. O Vitória, por sua vez, vai aos 5 pontos, e segue na zona de rebaixamento. Os baianos encaram o Sport, em Recife, também no domingo.

Defensivo, Botafogo marca em infiltração de volante

O Botafogo entrou em campo sabendo que o Vitória dominaria as ações do jogo. Confortável com esse time de jogo, os visitantes resistiram à pressão inicial e colocou em prática os contra-ataques. A principal arma era a infiltração de Bruno Silva. Ele teve duas chances claras: a primeira, chutou para fora, a segunda, estufou as redes.

Pimpão quase amplia

Em um lance de pura sagacidade, Rodrigo Pimpão roubou bola após recuada para o goleiro Fernando Miguel. Sem goleiro e com a bola na linha de fundo, o atacante decidiu chutar para o gol em vez de tocar para Roger, livre na marca do pênalti. O camisa 9 não gostou nada e reclamou bastante com o companheiro.

Inspirado, Bruno Silva faz mais um

Se Rodrigo Pimpão vacilou na hora de ampliar, o mesmo não aconteceu com Bruno Silva. O volante já havia tirado o zero do placar minutos antes e mostrou faro de artilheiro para fazer o seu segundo. Após cobrança de falta de João Paulo, Fernando Miguel espalmou na cabeça do jogador, que apenas cumprimentou.

Desorganizado, Vitória tenta descontar

O Vitória tinha mais posse de bola, mas não conseguia traduzir em oportunidades de gol. Fora o chute na trave no início do jogo, os baianos só tiveram uma chance no fim do primeiro tempo com Neílton, que cabeceou por cima do gol de Gatito.

Após intervalo, Vitória desconta em pressão inicial

Assim como ocorreu no primeiro tempo, o Vitória aproveitou os minutos iniciais para pressionar o adversário. E, dessa vez, deu resultado. Após vacilo de Arnaldo, David rolou para trás e encontrou Gabriel Xavier, que driblou Victor Luis e finalizou com qualidade para descontar.

Vitória vai para o abafa e empata

Se o primeiro gol veio na base do abafa, o segundo aconteceu da mesma maneira. Os baianos botaram o coração na ponta da chuteira e se aproveitaram do claro cansaço do Botafogo para arrancar empate. Kieza marcou para os donos da casa.

Neílton reencontra Botafogo

Revelado nas categorias de base do Santos, Neílton só conseguiu ter o primeiro brilho com a camisa do Botafogo, em 2015 e 2016. O São Paulo conseguiu empréstimo, mas o atacante não conseguiu render o esperado. Agora tenta a sorte no Vitória, onde marcou belo gol na última rodada.

VITÓRIA 2 X 2 BOTAFOGO

Data e hora: 14/06/2017, quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Cartões amarelo: Bruno Silva (BOT) Kanu (VIT)
Cartão vermelho: Gabriel Xavier (VIT)
Gols: Bruno Silva, aos 29min, e aos 41min do primeiro tempo; Gabriel Xavier, aos 4min, Kieza, aos 30min do segundo tempo

VITÓRIA
Fernando Miguel, Patric, Fred, Kanu e Thallyson; Filipe Soutto, Uillian Correia (Yago) e Gabriel Xavier; Neilton, David (André Lima) e Kieza (Cleiton Xavier)
Técnico: Alexandre Gallo

BOTAFOGO
Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso (Montillo), Bruno Silva (Dudu Cearense), Matheus Fernandes (Gilson) e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger
Técnico: Jair Ventura
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos