Caldeirão? Santos testa pressão da Vila após questionamento de palmeirense

José Edgar de Matos e Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Reprodução/Twitter

    Santos tem baixo público e pior desempenho do século jogando na Vila Belmiro

    Santos tem baixo público e pior desempenho do século jogando na Vila Belmiro

O Santos enfrenta o Palmeiras nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, buscando o resgate de sua autoestima. A equipe que perdeu todos os jogos contra os seus rivais no ano quer, principalmente, usar o clássico para voltar a fazer da Vila Belmiro o seu alçapão.

Foi justamente no primeiro confronto no ano entre os dois times, pelo Campeonato Paulista, que a Vila teve a sua capacidade colocada em xeque. Na ocasião, o time dirigido pelo técnico Dorival Júnior perdeu por 2 a 1 e virou alvo de piadas e provocações do volante Felipe Melo.

"A gente está acostumado a jogar em caldeirão. Nunca vi caldeirão com 8 mil pessoas. Caldeirão é lá no chiqueiro, pô. Mas é isso, é um grande time, o Santos é um ótimo time, excelente time", disse na ocasião o camisa 30.

Melo está vetado para o confronto devido a uma dupla lesão, fratura na mão esquerda e um problema no músculo posterior da coxa direita, mas a rivalidade foi aumentada. O Santos, de fato, não vem repetindo o bom desempenho de temporadas anteriores em sua casa. Foram sete vitórias e quatro derrotas em 11 jogos, resultando em um aproveitamento de 63,6% dos pontos, a pior se comparada ao mesmo número de partidas desde 2001. Só o ano de 2003 iguala a marca negativa.

Além da série de tropeços, a provocação de pouco público não é infundada. Somente no jogo diante do The Strongest-BOL, pela fase de classificação da Copa Libertadores da América, o clube conseguiu chegar próximo da capacidade total do estádio. Fora isso, grande parte dos jogos foi abaixo dos 10 mil torcedores.

Acende ainda um distanciamento da Vila a ótima fase, tanto financeira como dentro de campo, atuando no Pacaembu. São 19 vitórias consecutivas no palco da capital. A vitória no clássico resultaria em uma confiança no momento certo.

Estreia de Levir

A partida marca a estreia do técnico Levir Culpi, que sucede Dorival após dois anos do treinador no cargo. Enquanto o substituto não assumiu, a equipe dirigida pelo auxiliar Elano buscou uma sequência inédita na competição e venceu duas partidas, diante de Botafogo e Atlético-PR.

"Sem emoção, não tem graça. Tem de ter desafio e quem não gosta tem de sair do futebol. O que levamos do futebol é passar por cima desses problemas. Temos dificuldades grandes. Já é o Palmeiras na quarta. O que se passa na cabeça deles? Querem ganhar do Santos e vice-versa. É pouco tempo, mas me apoio nos profissionais e nos jogadores. Time tem entrosamento, joga bem. Não é uma pérola, como nenhum time é, todos têm problemas", disse o novo comandante.

Para o jogo, o Santos não contará com o centroavante Ricardo Oliveira e o lateral esquerdo Zeca, lesionados, mas terá o retorno de seu camisa 10, o meio campista Lucas Lima. O atacante Bruno Henrique e o lateral direito Victor Ferraz são dúvidas.

Ausência do grande personagem

Daniel Vorley/AGIF
No 1º jogo na Vila, F. Melo provocou, dançou e comemorou. Hoje, é desfalque

O grande personagem do clássico desta quarta-feira seria Felipe Melo. Ausência confirmada pelas próximas seis semanas, o volante verá de longe uma nova oportunidade para a equipe deslanchar na temporada. O Palmeiras busca a primeira vitória fora de casa no Brasileiro para encostar nos primeiros colocados da Série A.

Cuca leva para a Baixada Santista duas dúvidas na escalação, ambas nas laterais. Na direita, o titular Jean, que voltou a trabalhar com bola na terça-feira, será testado ao longo do dia; em caso de ausência, Fabiano ou Mayke atuarão na Vila Belmiro.

Do outro lado, Zé Roberto e Egídio disputam a vaga na lateral esquerda – os dois têm revezado como titular neste início de Campeonato Brasileiro.

Confirmadas, apenas as ausências de Felipe Melo e Dudu – o capitão palmeirense segue em trabalho de transição física – e Yerry Mina e Miguel Borja, que atuaram pela seleção colombiana em amistoso contra Camarões, disputado na última terça-feira, na Espanha.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X PALMEIRAS

Data: 14 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO)

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz (Matheus Ribeiro), Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima, Vitor Bueno e Bruno Henrique; Kayke. Técnico: Levir Culpi

Palmeiras: Fernando Prass; Jean (Mayke ou Fabiano), Edu Dracena, Juninho e Zé Roberto (Egídio); Thiago Santos, Tchê Tchê e Alejandro Guerra; Róger Guedes, Willian e Keno. Técnico: Cuca

Desempenho do Santos na Vila neste século:

2017: 11 jogos, 7 vitórias e 4 derrotas, 63,6%
2016: 11 jogos, 8 vitórias e 3 empates, 81,8%
2015: 11 jogos, 8 vitórias e 3 empates, 81,8%
2014: 11 jogos, 11 vitórias, 100%
2013: 11 jogos, 7 vitórias e 4 empates, 75,7%
2012: 11 jogos, 9 vitórias e 2 empates, 87,8%
2011: 11 jogos, 8 vitórias, 2 empates e 1 derrota, 78,7%
2010: 11 jogos, 9 vitórias, 1 empate e 1 derrota, 84,8%
2009: 11 jogos, 8 vitórias, 2 empates e 1 derrota, 78,7%
2008: 11 jogos, 9 vitórias, 1 empate e 1 derrota, 84,8%
2007: 11 jogos, 9 vitórias, 1 empate e 1 derrota, 84,8%
2006: 11 jogos, 11 vitórias, 100%
2005: 11 jogos, 8 vitórias e 3 empates, 81,8%
2004: 11 jogos, 7 vitórias, 3 empates e 1 derrota, 72,7%
2003: 11 jogos, 6 vitórias, 3 empates e 2 derrota, 63,6%
2002: 11 jogos, 8 vitórias, 2 empates e 1 derrota, 78,7%
2001: 11 jogos, 8 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, 75,7%
                     
Público pagante do Santos nos jogos na Vila em 2017:

03/02 - Santos 6 x 2 Linense - Paulista: 10.567
15/02 - Santos 1 x 3 São Paulo - Paulista: 11.320
18/02 - Santos 0 x 1 Ferroviária - Paulista: 5.655
25/02 - Santos 2 x 0 Botafogo-SP - Paulista: 5.208
16/03 - Santos 2 x 0 The Strongest-BOL - Libertadores: 13.132
19/03 - Santos 1 x 2 Palmeiras - Paulista: 8.742
29/03 - Santos 3 x 1 Novorizontino - Paulista: 3.195
26/04 - Santos 2 x 0 Paysandu - Copa do Brasil: 6.266
21/05 - Santos 1 x 0 Coritiba - Brasileiro: 5.921
28/05 - Santos 0 x 1 Cruzeiro - Brasileiro: 7.025
23/05 - Santos 4 x 0 Sporting Cristal-PER - Libertadores: 6.632

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos