Líder, Corinthians bate Cruzeiro em jogo duro e alcança 20 jogos invicto

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Não foi nada fácil. Mas, três dias depois de vencer o São Paulo, o líder Corinthians conseguiu mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, com muita luta, passou pelo Cruzeiro por 1 a 0, gol de Fabián Balbuena, na Arena.

No primeiro tempo, a equipe dirigida por Fábio Carille encontrou dificuldade contra a retranca armada por Mano Menezes. Já no segundo, o cenário foi oposto: o Cruzeiro pressionou, criou oportunidades e testou a força defensiva do Corinthians, que soube sofrer para cravar nova vitória.

Com 19 pontos em 21 disputados, o Corinthians segue na primeira posição por mais uma rodada. O que mais impressiona é a invencibilidade que alcançou: já são 20 partidas sem perder, desde 19 de março. O Cruzeiro de Mano vai lamentar a grande chance perdida por Ábila e a terceira derrota em quatro jogos. Com 10 pontos, é oitavo.

Os melhores: Pablo e Balbuena

Daniel Vorley/AGIF

Os dois zagueiros foram as grandes figuras da noite e ajudaram a conter o forte ímpeto cruzeirense. O paraguaio, além disso, anotou o gol da vitória. 

O pior: Rafinha

Bastante apagado, o meia não contribuiu na criação de jogadas e foi substituído.

Cruzeiro vai da retranca ao ataque após gol

No primeiro tempo, a estratégia do Cruzeiro foi clara. Jogar sem a posse de bola e apostar em um erro do Corinthians. Mano Menezes repetiu o time com três volantes e por pouco não conseguiu o empate no primeiro tempo – vazado só por uma bola aérea, com Balbuena. No intervalo, o treinador tirou Henrique, colocou Alisson pela ponta esquerda e jogou no ataque atrás de um empate.  

Ábila perde gol na pequena área

Com a nova postura em campo, o time mineiro quase empatou aos seis da etapa final. Sozinho na pequena área, Ábila chutou de primeira por cima do gol. Em seguida, Ariel Cabral subiu livre e mandou para fora de cabeça.

Balbuena volta às redes

O zagueiro paraguaio voltou a marcar um gol pelo Corinthians depois de quase 15 meses. O último havia sido feito no Paulistão do ano passado, na vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, também em Itaquera. Depois daquela partida disputada no dia 30 de março, Balbuena entrou em campo 60 vezes.

Milagres de Fábio


O Corinthians sofreu com a pressão cruzeirense nos primeiros minutos da etapa final, mas teve grandes chances ara ampliar o placar em duas bolas paradas. Nos dois lances, Pablo conseguiu cabecear e viu Fábio fazer dois milagres em defesas à queima-roupa.

Mano distribui abraços em volta a Itaquera

Com duas passagens pelo Corinthians, Mano foi bastante cumprimentado no gramado, antes do jogo. Ele foi quem participou da contratação de Fábio Carille para ser auxiliar em 2009 e teve participação direta na história de três titulares do jogo: promoveu Guilherme Arana, deu aval para a contratação de Romero e idealizou a chegada de Jadson, a quem abraçou.

Sobis volta após um mês de ausência

O Cruzeiro teve uma novidade na equipe nos 20 minutos finais. Afastado durante um mês por lesão muscular, o atacante Rafael Sobis voltou à equipe na vaga ocupada por Rafinha. Com nove gols, era o artilheiro cruzeirense do ano até se lesionar – hoje, é Ábila, com 13.

Retorno dos titulares do Corinthians

O técnico Fábio Carille poderá escalar todos os titulares novamente depois de três partidas. Rodriguinho e Fagner, que defenderam a seleção brasileira, devem voltar ao time corintiano nas vagas de Marquinhos Gabriel e Paulo Roberto, respectivamente. Sem a dupla, o Corinthians venceu Vasco, São Paulo e Cruzeiro.

Vitórias seguidas

Marcello Zambrana/AGIF

O Corinthians chegou à marca de seis vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, a melhor marca desde 2011. Na ocasião, o time treinado por Tite alcançou sete triunfos consecutivos, somou 28 pontos nas primeiras dez rodadas e arrancou rumo ao título da competição.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 CRUZEIRO

Data: 14 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (7ª rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Público pagante: 30.465 (total: 30.774)
Renda: R$ 1.462.205,40
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza e Maurício Coelho da Silva Pena (ambos RS)
Cartões amarelos: Henrique (Cruzeiro).

Gol: Balbuena, aos 42 minutos do primeiro tempo.

CORINTHIANS: Cássio; Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel (Clayson), Jadson (Giovanni Augusto) e Romero (Camacho); Jô. Técnico: Fábio Carille.

CRUZEIRO: Fabio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Henrique (Alisson) e Ariel Cabral; Thiago Neves (Rafael Marques), Ramon Ábila e Rafinha (Rafael Sobis). Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos