'Detalhes que atrapalham', diz Henrique após derrota do Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro

Debaixo de vaias, os jogadores do Fluminense deixaram o gramado do Maracanã após a derrota por 2 a 0 para o Grêmio na noite desta quinta-feira. Capitão da equipe, o zagueiro Henrique condicionou o resultado à felicidade nas batidas de falta de Edilson e Luan, que decidiram o duelo em favor dos gaúchos.

"É difícil. Fizemos uma boa parida, mas são detalhes que atrapalham a gente. Eles tiveram a felicidade de, em duas bolas paradas, fazerem os gols. Estávamos bem. Agora é esquecer esse resultado, consertar o que fizemos porque domingo temos mais um jogo difícil e vamos buscar a vitória", declarou o jogador, se referindo ao clássico com o Flamengo.

Após o segundo gol do Grêmio, marcado por Luan, a torcida do Fluminense desandou a protestar no Maracanã. Primeiramente, as críticas foram direcionadas aos jogadores, os chamando de "time sem vergonha". Em seguida, a bronca se voltou contra a diretoria, com os gritos de "Queremos jogador" e "ei, Abad (presidente do Flu), vai tomar no c...!".

Curiosamente, o atacante Richarlison, envolvido em polêmica após o interesse do Palmeiras em sua contratação, foi poupado. Antes do jogo, seu nome foi aplaudido no sistema de som e também entoado na escalação da torcida.

Neste domingo, o Fluminense tem pela frente o clássico com o Flamengo, às 16h, no Maracanã.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos