'Não tiro o meu da reta', diz Abel após derrota do Flu para o Grêmio

Do UOL, no Rio de Janeiro

Um Abel Braga contrariado se apresentou na coletiva desta quinta-feira após a derrota do Fluminense por 2 a 0 para o Grêmio. O treinador analisou a situação dos muitos desfalques que tem sofrido, mas não se eximiu de culpa por conta desta situação atual da equipe.

"Isso faz a diferença. No fundo, este é o meu terceiro time. O primeiro era com Renato Chaves, Douglas, Orejuela, Sornoza, Scarpa e Wellington Silva. Agora estou no terceiro time. Não adianta eu lamentar. Não vou lamentar. Trabalho em cima do grupo, a nossa cobrança interna é a mesma. Quem tem de julgar é vocês. Não serei covarde ao julgar. Não tiro o meu da reta", disse.

Abel Braga deixou no ar a possibilidade da chegada de reforços, apesar da dificuldade e limitação financeira do clube:

"Eu entrei no clube sabendo da situação e do que eu iria enfrentar. O clube tem tentado algumas coisas nos últimos dias. Não é dizer que vai chegar, mas tem possibilidade de chegar. Há situações de carências. Entrei sabendo, ninguém me forçou a assinar contrato. Estou feliz".

O treinador também fez questão de ressaltar a confiança que tem em seus comandados:

"Sempre vou confiar nos meus jogadores. Presidente também. Ele nunca deixou de cumprir o que prometeu. E teve muita coisa que ele encontrou e não falou. Se paga um preço. Não temos nem patrocínio. Cada jogo aqui no Maracanã tem prejuízo. Eu sou tricolor e estou dentro, vou até a morte".

O clássico entre Flamengo e Fluminense acontecerá neste domingo, às 16h, no Maracanã.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos