Levir justifica única substituição contra a Ponte Preta: "havia um domínio"

Do UOL, em Santos (SP)

Mesmo com o 0 a 0 no placar, Levir Culpi resolveu mexer pouco no Santos diante da Ponte Preta na noite deste sábado (17), no Pacaembu. O técnico santista fez apenas uma substituição: Copete deu lugar a Vladimir Hernández aos 26min do segundo tempo. Por conta do fato pouco usual, ele justificou a sua opção em entrevista coletiva após o jogo.

"Os técnicos, quando a gente faz as substituições, a gente também não gosta de dar muita explicação, porque cada um pensa uma coisa. E eu não gosto de explicar tudo o que eu penso sobre as substituições, senão você ficar previsível", disse Levir.

"Havia um domínio do jogo. Eu não via com mais duas substituições a possibilidade de vencer. Pode ser, talvez, mas eu não via, e por isso não fiz as substituições", acrescentou o treinador.

Apesar do tropeço no Pacaembu, o técnico Levir Culpi saiu de campo satisfeito com o empate. Não tanto pelo resultado, mas pelo desempenho de um time que ele considera um dos 'melhores do campeonato taticamente'.

"Não empatamos contra qualquer time, não. É um dos melhores taticamente do campeonato. Pressionamos muito, criamos, lembro deles criarem uma chance só. O volume foi muito bom e só faltou competência para finalizar", destacou Levir.

Com o tropeço, o Santos vai só a 13 pontos e perde a oportunidade de dormir na terceira colocação da tabela – segue no quinto lugar. Após dois jogos como mandante (Palmeiras e Ponte Preta), o Santos agora vai até Salvador encarar o Vitória, na quarta-feira (21), às 19h30.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos