Botafogo bate Chapecoense na Arena Condá e volta a vencer no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

O Botafogo se sentiu bastante à vontade na Arena Condá, abusou dos contra-ataques e levou a melhor contra a Chapecoense, neste domingo (18), em duelo pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vitória por 2 a 0 com gols de Roger e Rodrigo Pimpão.

O triunfo deixa o time alvinegro com 12 pontos, na sétima posição. Enquanto a equipe catarinense se afasta ainda mais da liderança, estaciona nos 13 pontos e ocupa o quinto lugar na tabela.

Na 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo faz o clássico contra o Vasco, na próxima quarta-feira, no Engenhão. Um dia depois, a Chapecoense visita o Flamengo na Ilha do Urubu.

Quem foi bem

Rodrigo Pimpão foi o grande destaque do jogo. O camisa 7 botafoguense puxou grande parte dos contra-ataques do clube carioca na partida e ainda ajudou na defesa. O atacante começou a jogada do primeiro gol com um belo passe e ainda marcou o segundo dos visitantes na Arena Condá. Além disso, ele ainda deu uma caneta e outro belo drible em um lance individual já com o 2 a 0 no placar.

Quem foi mal

Luiz Otávio protagonizou o lance mais feio da partida. Logo no começo do 2º tempo, o defensor não cortou cruzamento de Arnaldo, furou a bola e viu Pimpão fazer o segundo dos visitantes.

Fim da sequência negativa

Antes de enfrentar a Chape, o Botafogo estava há quatro jogos sem ganhar no Brasileiro e vinha de empate por 2 a 2 com o Vitória, fora de casa, na última rodada. Porém, a partida deste domingo acabou com a sequência negativa da equipe e deu mais tranquilidade para o técnico Jair Ventura.

Cadê a zaga?

A Chapecoense até chegou algumas vezes com perigo no primeiro tempo, principalmente com Apodí, mas faltou atenção na defesa. O primeiro gol botafoguense saiu justamente em contra-ataque. Aos 28, Pimpão fez belo lançamento para Bruno Silva, que esperou a saída do goleiro Jandrei e tocou para Roger completar para as redes. Depois, o time alvinegro ainda teve mais chances na etapa final, justamente em jogadas parecidas, apostando na velocidade e pegando a zaga do clube catarinense mal arrumada.

Entrou e saiu

Osman foi o escolhido pelo técnico Vágner Mancini para entrar no lugar do suspenso Rossi na Chapecoense, mas o atacante pouco ficou em campo. Aos 15 do 1º tempo, ele precisou ser substituído por Niltinho após levar a pior em disputa com Pimpão e sentir dores no joelho. O substituto, porém, ainda saiu no 2º tempo e deu lugar para Túlio de Melo.

Que feio

No último lance do 1º tempo, Roger recebeu sozinho dentro da área e teve a chance de ampliar, mas se atrapalhou, deixou a bola sair pela linha de fundo e viu o árbitro encerrar a etapa inicial.

De volta

Recuperado de lesão muscular na coxa direita, o atacante Guilherme voltou a ser relacionado no Botafogo e começou no banco de reservas, mas entrou aos 34 do segundo tempo no lugar de Pimpão.

CHAPECOENSE-SC 0 X 2 BOTAFOGO-RJ

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 18 de junho de 2017 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso e Gatito Fernández (Botafogo)
Gols: Roger, aos 28 do 1º tempo, e Rodrigo Pimpão, aos 8 do 2º tempo

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio, Luis Seijas (Nenén) e Arthur; Osman (Niltinho [Túlio de Melo]) e Wellington Paulista
Técnico: Vágner Mancini

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Montillo)
Técnico: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos