Vice do Bahia detona arbitragem: "só contra o Flamengo que volta pênalti?"

Do UOL, em Santos (SP)

Pedro Henriques, vice-presidente do Bahia, disparou contra a arbitragem após a derrota por 4 a 2 para o Palmeiras, na tarde deste domingo (18), na Fonte Nova. Em entrevista coletiva, ele criticou especialmente a marcação do pênalti que originou o primeiro gol do Palmeiras e classificou o juiz Rodolpho Toski (PR) como 'extremamente incompetente' na partida.

"Só contra o Flamengo que volta pênalti?", disse Pedro Henriques, referindo-se ao pênalti que a arbitragem voltou atrás na partida entre Flamengo e Avaí. "É difícil você sair atrás, ir lá empatar, aí no segundo tempo mais uma vez a história se repete e o Bahia é prejudicado. No segundo gol, me parece que o jogador do Palmeiras estava impedido", afirmou.

"A gente só quer trabalhar honestamente. A arbitragem também tem que ser tratada com profissionalismo. Eu não posso dizer que o juiz foi mal intencionado, mas posso afirmar que ele foi extremamente incompetente. E quero ver se vão me punir por causa disso", acrescentou.

De acordo com o dirigente tricolor, o Bahia vem sendo prejudicado constantemente pela arbitragem. Ele aproveitou ainda para dar uma leve cutucada na postura do Palmeiras ao longo da partida.

"Isso não foi só hoje, não. É recorrente. O que ele fez hoje foi uma brincadeira de mau gosto. A gente pede, por favor, olhem para o que acontece com o Esporte Clube Bahia. Parabéns ao Palmeiras, apesar de todo cai cai. O que não faz parte é o árbitro inventar um pênalti que todo mundo viu, o Brasil inteiro viu. O [Rodrigo] Becão vai na bola. Tanto é que o juiz pipocou e não deu cartão para o jogador", completou Pedro Henriques.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos