Grêmio confirma bom desempenho como visitante e consolida modelo de jogo

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Thomás Santos/AGIF

    Grêmio superou Timão no saldo de gols e virou melhor visitante do Brasileirão

    Grêmio superou Timão no saldo de gols e virou melhor visitante do Brasileirão

O Grêmio é um dos melhores visitantes após as primeiras oito rodadas do Brasileirão 2017. O desempenho fora de casa coloca o time na briga pela ponta da tabela, mas principalmente dá sinais sobre a mentalidade da equipe. Na esteira das ideias de Renato Gaúcho, o Tricolor deixa para trás o lugar comum de jogar por empate fora de casa e avança na ideia de manter modelo de jogo independentemente do mando de campo.

Grêmio obteve 10 dos 15 pontos disputados fora de casa em cinco jogos como visitante. Desempenho similar ao do Corinthians, que obteve 10 dos 12 pontos que disputou em quatro partidas longe de seus domínios.

"O Grêmio joga sempre para vencer, dentro e fora de casa. Somos o time que mais faz gols fora de casa, hoje (segunda-feira) saímos na frente três vezes", disse o treinador.

O Tricolor, aliás, tem menos jogos em casa do que como visitante. Na Arena, apenas três partidas e 100% de aproveitamento. Fora são cinco duelos e 16 gols pró. O Corinthians já jogou quatro vezes longe de seus domínios e não perdeu. Em Itaquera foram outros quatro compromissos com três vitórias e um empate.

"Onde o Grêmio joga, joga para vencer. Lógico que vai muito pelo que acontece na partida. Falei aos jogadores: eles vão atacar a gente, mas nós vamos atacar eles. Eu estava sentindo que a gente poderia fazer o quarto gol. Lógico que vai ter jogo onde é melhor segurar, mas não foi o caso. Aliás, não tem sido nesse Campeonato Brasileiro. O Grêmio está com 19 pontos dos 24 que disputou. Essa personalidade, essa confiança, eu passo ao time e por isso estamos conseguindo pontuar bastante fora de casa", comentou Renato Gaúcho.

A personalidade do time advém da liberdade e do jogo coletivo, de avanço em bloco e da busca sempre pela objetividade. Passes em combinação para frente. Poucos recuos e quando necessárias, inversões e lançamentos longos para ganhar terreno.

"Dos seis fora, ganhamos quatro pontos e agora temos dois jogos em casa. Buscar o primeiro lugar é questão de tempo. O mais importante é estar no bolo, no pelotão da frente", opinou o treinador.

Nas próximas duas rodadas, o Grêmio joga em casa. Na quinta-feira, recebe o Coritiba. No domingo, encara o Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos