Ceni critica vaivém de jogadores no SP: 'Times vencedores se mantêm'

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Jason Silva/AGIF

    Rogério Ceni enfrenta mais um momento turbulento no comando do São Paulo

    Rogério Ceni enfrenta mais um momento turbulento no comando do São Paulo

Com cinco derrotas nas primeiras nove rodadas do Campeonato Brasileiro, o técnico Rogério Ceni enfrenta mais um momento turbulento no comando do São Paulo. Com o revés por 1 a 0 para o Atlético-PR nesta quarta-feira, já são quatro partidas sem vencer e a pressão aumenta enquanto o treinador precisa ajudar o time diante de tantas chegadas e saídas no elenco.

"O clube pensa em estar com o pagamento em dia, em cuidar das finanças, mas também, agora, em trazer jogadores. Só que agora precisamos fazer com que eles se adaptem e que o esquema se adapte ao que eles oferecem. Talvez seja preciso mudar o sistema de jogo. Times vencedores se mantém com seus elencos por mais tempo, mas nesse ano, não pudemos pensar assim", lamentou o comandante são-paulino.

O São Paulo faz treino leve nesta quinta-feira, ainda em Curitiba, e depois retorna para a capital paulista. Serão mais duas sessões de treinamento até o duelo de domingo, no Morumbi, contra o Fluminense. Depois, duelos fora de casa contra Flamengo e Santos. Uma sequência perigosa e que deve fazer com que Ceni já aposte nas caras novas que estão chegando ao clube.

"Temos Denilson e Brenner, que estrearam hoje (quarta). Gosto muito ainda dos jovens que temos na base e vi muito talento no Brenner. Tem ainda o Gómez, que tem intensidade, sabe jogar pelo meio, mas também pelos lados. Financeiramente, foi um negócio que valeu a pena pelo São Paulo. Eu vi e gostei bastante", ponderou, citando o argentino anunciado nesta quarta.

Além de Gómez, Denilson e Maicosuel, já apresentados, o Tricolor deve integrar ao grupo nos próximos dias os volantes Petros e Matheus Jeseus, de Betis e Ponte Preta, respectivamente, e o zagueiro Robert Arboleda, da Universidad Catolica de Quito. Por outro lado, o atacante Luiz Araújo foi vendido ao Lille, o zagueiro Maicon deve ser negociado com o Galatasaray e Lucão pediu para sair.

Desempenho

Na partida contra o Furacão, o domínio foi do Tricolor após o gol de Wanderson logo aos três minutos. O problema é que apenas uma - última, aos 49 minutos do segundo tempo - das chances levou real perigo à meta de Weverton. Ainda assim, Ceni acredita que o desempenho de seus comandados tem melhorado, mas que acaba atrapalhado pela falta de confiança decorrente dos maus resultados.

"Fomos dominantes, propusemos o jogo. Às vezes você faz um grande jogo e não tem o resultado que espera, como já tinha sido no domingo contra o Atlético0MG. É seguir trabalhando. Vejo brilho e vontade de vencer nesses atletas. Temos condições de conseguir as vitórias o mais rápido possível. Toda derrota e toda vitória trazem questões psicológicas, sempre na confiança. O que muda é que vemos o time produzindo, crescendo. Que os jogadores acreditem na capacidade deles, acreditem que vamos subir na tabela", analisou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos