Dupla Diego e Guerrero faz a diferença, Fla goleia Chapecoense e sobe no BR

Do UOL, no Rio de Janeiro

O talento da dupla Diego e Guerrero voltou a fazer diferença para o Flamengo no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira (22), o Rubro-negro goleou a Chapecoense por 5 a 1 - Guerrero (3) e Diego (2) fizeram os gols; Victor Ramos descontou - e subiu para a 8ª posição na tabela, com 14 pontos. Foi o segundo triunfo dos cariocas na Ilha do Urubu, estádio reformado pelo clube da Gávea para servir de alternativa ao Maracanã.

A Chapecoense soma 13 pontos e está em 10º lugar. Os dois times voltam a campo no domingo (25). Os catarinenses recebem o Atlético-MG, às 19h (de Brasília), na Arena Condá. Já o Flamengo visita o Bahia, às 18h30 (de Brasília), na Fonte Nova, jogo que marcará a estreia do meia Everton Ribeiro.

Zé Ricardo é "cornetado" antes mesmo de a bola rolar

Bastou a escalação do Flamengo ser divulgada com a manutenção de Márcio Araújo e a barração de Cuéllar para o técnico Zé Ricardo se transformar em alvo de críticas nas redes sociais. O comandante rubro-negro foi perseguido pelos torcedores, que não pouparam as escolhas e inundaram o Twitter com a campanha #ForaZéRicardo. Nem a goleada aliviou a barra do treinador.

Ex-Fla, Luiz Antonio é perseguido na Ilha do Urubu

Luciano Belford/AGIF
Formado nas categorias de base do Flamengo, o volante Luiz Antonio foi outro alvo da torcida rubro-negra durante toda a partida na Ilha do Urubu. Ele foi vaiado e xingado a cada toque na bola. O jogador despontou como um bom valor na Gávea, mas jamais teve 100% de aprovação. A tentativa de se desvincular do clube na Justiça azedou a relação, mesmo que ele ainda tenha voltado a atuar pelo clube da Gávea.

Melhor em campo, Diego abre o placar com um golaço

O jogo era disputado logo no início e contava com uma boa postura da Chapecoense. O Flamengo tinha um pouco de dificuldade para construir jogadas, mas explorou bem os espaços no sistema defensivo dos catarinenses e abriu caminho para a vitória com um golaço. Aos 13min, Rodinei cruzou da direita e Apodi afastou. Sem deixar a bola cair, Diego soltou a bomba da entrada da área. Um belo gol e sem nenhuma chance de defesa para Jandrei. O camisa 35 da Gávea foi o destaque da partida.

Guerrero faz o primeiro gol no Brasileirão

Cinco minutos depois de abrir o placar, o Flamengo ampliou o marcador e alcançou a tranquilidade necessária no jogo. Aos 18min, Paolo Guerrero fez o seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro. Diego arrancou após passe de Willian Arão, cortou para o meio e achou o peruano livre na área para balançar as redes.

Flamengo segue calvário com goleiros


Quando jogo estava nas mãos do Flamengo, o velho problema da instabilidade dos goleiros voltou a assombrar os donos da casa. Em uma falha incrível de Thiago, a Chapecoense diminuiu aos 10min do segundo tempo. Reinaldo cobrou lateral para a área, o goleiro não conseguiu segurar a bola e Victor Ramos empurrou para o gol.

 

Guerrero e Diego resolvem o jogo nos contragolpes

Armando Paiva/AGIF
O Flamengo viveu momentos de tensão após o gol da Chapecoense e chegou a se desorganizar em campo. Mas o talento da dupla Diego e Guerrero fez a mesmo a diferença em uma sequência de gols que construiu a goleada em uma noite de festa na Ilha do Urubu. Aos 29min, Guerrero mostrou oportunismo e aliviou o Rubro-negro. Aos 33min, o peruano serviu Diego para mais um belo gol. Aos 37min, o camisa 9 fez o seu terceiro gol na partida em um belo cabeceio.

FLAMENGO 5 X 1 CHAPECOENSE

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo da Costa (SP)
Cartões amarelos: Everton, Juan e Romulo (Flamengo); Andrei Girotto (Chapecoense)
Gols: Diego, aos 13min do primeiro tempo; Guerrero, aos 18min do primeiro tempo; Victor Ramos, aos 10min do segundo tempo; Guerrero, aos 29min do segundo tempo; Diego, aos 33min do segundo tempo; Guerrero, aos 37min do segundo tempo

Flamengo
Thiago; Rodinei, Réver (Rhodolfo), Juan e Trauco; Márcio Araújo (Romulo), Willian Arão e Diego; Berrío, Everton (Vinicius Júnior) e Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Chapecoense
Jandrei; Apodi, Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e Seijas (Perotti); Arthur, Rossi (Lucas Mineiro) e Wellington Paulista (Túlio de Mello)
Técnico: Vagner Mancini

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos