"Não podemos acostumar mal a torcida", diz Renato sobre atuação do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

Renato Gaúcho não quer acostumar mal a torcida do Grêmio. Por isso, segundo ele, a atuação contra o Coritiba nesta quinta-feira (22) não foi 'de gala'. Em tom de brincadeira, o treinador comemorou os três pontos conquistados em Porto Alegre. 

"Não tivemos uma atuação de gala. Mas não podemos deixar nossos torcedores mal acostumados. Nem sempre vai dar para jogar tão bem quanto estamos jogando. Não fomos tão bem, mas era um jogo difícil. Falei que os jogos contra Vasco e Bahia, hoje seria a mesma coisa. Contra-ataque com time fechado. Ainda bem que fizemos um gol no início. O mais importante foram os três pontos", avaliou Portaluppi. 

O Grêmio marcou aos 9 minutos com Pedro Rocha. Dominou a maior parte do jogo, teve uma ou outra hora de ameaça, mas acabou decidindo a partida aos 40 do segundo tempo com gol de Fernandinho. 

"Conseguimos fazer um gol no início e isso nos deu uma tranquilidade maior. Sabíamos que seria difícil. Não é por nada que o Coritiba faz uma boa campanha. Era importante o gol no início para o Coritiba se abrir. Controlamos bem o jogo, tivemos algumas chances e alguns sustos aqui e ali. Conseguimos matar o jogo no fim da partida", afirmou o ex-camisa 7. 

O próximo compromisso pode ser chamada de 'primeira final' do Brasileiro. O Grêmio recebe o Corinthians na Arena no domingo. O jogo coloca frente a frente o líder, os paulistas que têm 23 pontos, contra o vice-líder, o Tricolor com 22. 

"Ninguém é melhor, os dois fazem grandes campanhas. Os dois têm seus defeitos, jogadores que decidem a partida, por isso são as melhores campanhas. Falar o que? Quem errar menos será vencedor", finalizou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos