Mancini pede reforços, mas Chapecoense não vai "contratar por contratar"

Daniel Fasolin

  • Divulgação/Chapecoense

Depois de um começo muito bom e esperançoso no Brasileirão, a Chapecoense vive seu pior momento na competição. Dos últimos cinco jogos que disputou, venceu apenas um e perdeu quatro, de modo que hoje a diretoria se reúne com a comissão técnica para uma "conversa para acertar as coisas".

A reunião entre dirigentes e profissionais da comissão técnica foi confirmada pelo presidente do clube, Plinio David de Nês Filho. Sofrendo com desfalques por lesão, a equipe busca no mercado jogadores para suprir tais faltas, principalmente após o técnico Vagner Mancini externar o descontentamento com a falta de opções no elenco.

"Todos estão vendo que nós precisamos de mais jogadores. Mas não é agora que vou criticar o grupo, pois seria muito mesquinho da minha parte falar após uma derrota como essa. Esse mesmo elenco foi muito bem na Libertadores e já tem um título este ano (Campeonato Catarinense). Mas precisamos rever algumas coisas para retomarmos nosso melhor futebol", afirmou o treinador.

Segundo o departamento de futebol, liderado pelo diretor executivo Rui Costa e o gerente de futebol João Carlos Maringá, o clube está na busca incessante por novos jogadores, principalmente jogadores de meio-campo e ataque; o mercado, porém, não está facilitando novas contratações.

"Nós estamos atrás de novos jogadores, principalmente volantes e atacantes e fizemos muitos contatos. Mas em Chapecó nós temos uma política de não gastar mais do que recebemos para nos mantermos em nosso orçamento. De nada adianta trazermos jogadores que não venham para agregar. Precisamos de jogadores que venham para resolver e jogar", explicou Maringá.

Após a tragédia aérea do ano passado, onde 71 pessoas perderam a vida em Medellín – dentre as vítimas, 19 jogadores e toda a comissão técnica –, o clube precisou formar um novo plantel. Desde então, 28 atletas foram contratados e 11 da base foram integrados ao elenco profissional. No entanto, o grande calendário de competições para 2017 torna o elenco reduzido e os reflexos estão sendo sentidos no Campeonato Brasileiro. A equipe chegou a liderar a competição por duas rodadas e agora ocupa a décima colocação.

Após as declarações do técnico Vagner Mancini, o diretor executivo da Chapecoense, Rui Costa, concedeu entrevista para esclarecer a situação. "Nós estabelecemos um padrão alto no início do Brasileiro e agora estamos sendo cobrados por isso e por nós mesmos. Agora a produção caiu drasticamente e as razões para isso estão sendo cobradas internamente", afirmou.

Márcio Cunha/Estadão Conteúdo

Rui também falou sobre o grupo de jogadores e a importância de dar uma resposta ao torcedor neste momento complicado. "Seria leviano da nossa parte simplesmente nos calarmos nesse momento. Seria um desrespeito com o nosso torcedor. Mas ninguém está aqui mascarando o quadro e é uma situação que nos causa desconforto. Não é uma crise, e estamos blindando o elenco para que eles possam trabalhar", disse.

Apesar de ter contratado 28 jogadores, a diretoria da Chapecoense pensa em novos nomes para reforçar o elenco. "Nós estamos olhando o mercado e precisamos trazer jogadores com a nossa característica. Mas nós confiamos nesse grupo e na capacidade de cada atleta que trouxemos. Vou deixar claro para o nosso torcedor que não vamos contratar por contratar e dar uma resposta imediata", emendou Rui Costa, que se definiu confiante no trabalho de Vagner Mancini.

"Nós acreditamos no Mancini, é um treinador experiente e que sabe lidar com esse tipo de situação. Nos trouxe até aqui com um título conquistado, algo fora da curva para uma equipe montada há pouco tempo. Ele passa por um momento difícil como outros treinadores no Brasil. Mas todos temos uma parcela nesse momento ruim", encerrou. A Chapecoense enfrenta o Atlético-MG em Chapecó no domingo, às 19h (de Brasília), pela décima rodada do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos