No retorno de Lucas Lima, Santos joga mal e vê Sport vencer a 1ª na Vila

Do UOL, em São Paulo (SP)

O cenário era favorável. Retornos de Lucas Lima e Thiago Maia, Vila Belmiro e a chance de abrir a rodada para se aproximar dos líderes do Campeonato Brasileiro. Faltou, todavia, avisar ao Sport. Com uma atuação madura fora de casa e diante de um Santos pouco inspirado, o clube pernambucano dirigido por Vanderlei Luxemburgo venceu por 1 a 0, gol de Osvaldo, e deixou a zona de rebaixamento da Série A.

A primeira vitória na Vila Belmiro em toda a história do Brasileirão alivia a situação do Sport, pelo menos até a rodada deste domingo. O clube rubro-negro chegou aos 12 pontos e derrubou o Atlético-MG para dentro da zona de rebaixamento. O time de Luxemburgo agora ocupa a 12ª colocação após 10 jogos pela Série A.

O Santos, que perdeu a invencibilidade sob o comando de Levir Culpi, permanece estacionado na terceira colocação com 16 pontos, sete a menos do que o rival e líder Corinthians (23), que encara neste domingo o vice-líder Grêmio (22). Ambos abrirão vantagem, independente do resultado do duelo em Porto Alegre, com início para as 16h.

Derrotado e vaiado pelo torcedor, o Santos contará com uma semana inteira de trabalho para se recuperar na competição. A equipe de Levir Culpi retorna a campo somente no sábado, às 19h (de Brasília), contra o Atlético-GO, em Goiânia; antes, na quarta, a partir das 21h45, o clube alvinegro pega o Flamengo, fora de casa, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Já o Sport tentará engatar um bom momento no domingo, às 16h, diante do Atlético-PR, na Ilha do Retiro. No meio de semana, porém, Luxemburgo e companhia voltam a atenção para a decisão do Campeonato Pernambucano, contra o Salgueiro - o jogo ocorrerá na quarta-feira, às 21h45, em Salgueiro.

Quem foi bem: Oswaldo

O ex-atacante de São Paulo e Fluminense mudou a partida na Vila Belmiro. Ao mesmo tempo em que se mostrou uma opção veloz para os contra-ataques, Osvaldo se apresentou como uma sombra a Victor Ferraz, opção ofensiva constante do Santos. O camisa 10 do Sport ainda foi presenteado com o gol da vitória, depois de toque de Fabian Noguera.

Quem foi mal: Kayke

Embalado por três gols nos últimos quatro compromissos, Kayke teve uma noite apagada na Vila Belmiro. O camisa 11 deu pouca dinâmica ofensiva e também acabou prejudicado pelas atuações discretas de Lucas Lima e companhia. Deixou o jogo no meio da segunda etapa, quando Levir Culpi procurou mudar o dinamismo do time com Vitor Bueno.

Lucas Lima discreto

MARCELLO ZAMBRANA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO
Lucas Lima voltou a atuar neste sábado e teve atuação apagada

Grande personagem da semana na Vila Belmiro, mesmo sem atuar no jogo contra o Sport, Lucas Lima reencontrou a torcida do Santos pela primeira vez após o 'namoro' com o Barcelona. A possibilidade de transferência em nada alterou o comportamento da torcida para com o camisa 10, dono de uma atuação discreta diante do Sport. O meia até se mostrou participativo, mas sem inspiração para municiar o trio Bruno Henrique, Kayke e Copete.

Santos pouco inspirado

Faltou velocidade. Faltou inspiração. Faltou bola. O Santos desperdiçou uma boa chance de encostar ainda mais nos dois primeiros colocados da tabela (Corinthians e Grêmio). Apesar do cenário favorável – retornos de Lucas Lima e Thiago Maia e Vila Belmiro -, a equipe pecou no setor de criação e abusou dos erros de passes. Consequentemente, a pressão ofensiva santista não existiu, e Magrão pouco trabalhou.

Não, Jean Mota!

Em uma noite pouco inspirada, as raras chances devem ser aproveitadas. A melhor delas caiu nos pés do lateral esquerdo Jean Mota, que, mesmo fora de sua posição, desperdiçou uma oportunidade claríssima. Magrão dividiu e a bola sobrou para o camisa 39, que, completamente livre, arrematou sobre a meta do Sport. Veja o lance no vídeo acima.

Sport diminui ritmo e para o Santos

O clube pernambucano tratou de esfriar a temperatura do jogo desde o início. Com um ritmo paciente na troca de passes, o Sport aos poucos amenizou qualquer tentativa de pressão santista e ainda procurou construir o jogo ofensivo centralizado em Diego Souza e André. Somente a partir da parte final do segundo tempo, já com uma cara definida para o duelo, o clube visitante deu campo ao Santos e se limitou a apenas contra-atacar. Deu certo, e a vitória veio.

Levir Culpi demora a mudar

A falta de criatividade e as poucas chances criadas não foram suficientes para Levir Culpi agir rapidamente na Vila Belmiro. O treinador santista demorou a tentar mudar o panorama da partida deste sábado, e o Santos, consequentemente, a exercer a pressão final sobre o Sport. A primeira mudança ocorreu somente com 23min da segunda etapa, quando o comandante apostou em Vitor Bueno no lugar do apagado centroavante Kayke. Era tarde: o Sport já 'gostava' do jogo e buscou o gol do triunfo com Osvaldo.

Vanderlei Luxemburgo busca velocidade

RICARDO MOREIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Luxemburgo levou a melhor no duelo contra Levir Culpi

Diante do ritmo que gostaria para o jogo, com o Santos lento e pouco criativo, Luxemburgo buscou a vitória na segunda etapa. A aposta do experiente treinador foi na velocidade do atacante Oswaldo, que, ao mesmo tempo, prendeu ainda mais Victor Ferraz ao campo defensivo. A mudança deu certo, e Osvaldo deixou a Vila Belmiro como o responsável por dar a primeira vitória do Sport no estádio em Campeonatos Brasileiros.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 1 SPORT

Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP)
Data: 24 de junho de 2017 (sábado)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Público: 7.272 presentes
Renda: R$ 215.970,00
Cartão amarelo: Lenis (Sport)

Gol:
SPORT: Osvaldo, aos 36 minutos do 2º tempo

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Fabián Noguera e Jean Mota; Renato, Thiago Maia (Hernández) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke (Vitor Bueno)
Técnico: Levir Culpi

SPORT: Magrão; Raul Prata (Samuel Xavier), Ronaldo Alves, Henríquez e Sander; Patrick, Rodrigo (Thallyson), Everton Felipe (Osvaldo), Diego Souza e Lenis; André.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos