10 coisas sobre o decisivo Corinthians e Grêmio que você deveria saber

Dassler Marques e Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeferson Guareze/AGIF e Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Grêmio e Corinthians, neste domingo (25), é o grande jogo do Brasileirão 2017 até o momento. A trajetória dos times tem pontos que se cruzaram, nomes que podiam ter trocado de lado e admiração de parte a parte.

O UOL Esporte mostra 10 coisas que você deveria saber antes da bola rolar em Porto Alegre, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, sobre os times envolvidos na "primeira final".

Seis mosqueteiros

O grupo principal do Grêmio conta com 33 atletas e seis deles ocupam papel de líder. Marcelo Grohe, Edilson, Marcelo Oliveira, Geromel, Maicon e Douglas dividem a missão de manter ascendência junto ao elenco e coordenar demandas dos atletas junto à comissão técnica e diretoria. O principal segue sendo Maicon, seguido de perto por Douglas e Edilson.

Renato é fã de Marquinhos Gabriel

Atrás de reforços para a atual temporada, o Grêmio tentou Marquinhos Gabriel. O Corinthians não abriu tratativas, baseado no plano de Fábio Carille para recuperar o atleta. Em Porto Alegre, Renato Gaúcho foi um dos entusiastas da tratativa que não vingou. O treinador sustentou a ideia pelas características de jogo do ex-atleta de Inter e Santos.

Carille põe Luan como 'melhor do Brasileirão'

Apontado por muitos como o jogador mais decisivo da Série A até aqui, o gremista Luan também encontra admiradores no adversário deste domingo. Para o treinador corintiano, o atacante campeão olímpico é o principal nome da competição. A capacidade de dar assistências precisas, surpreender nas movimentações sem bola e também marcar gols é apontada por Carille.

Mendoza e Cristian

Ao ver o interesse do Grêmio por um jogador de flanco, o Corinthians fez uma oferta: Stiven Mendoza por empréstimo. Atualmente no Bahia, o colombiano não agradou aos dirigentes gaúchos e permaneceu apenas como uma possibilidade que não vingou.

Quase no mesmo período, o Grêmio sondou Cristian para ocupar a vaga de Walace, vendido ao Hamburgo-ALE. O alto salário e idade avançada fizeram o Tricolor recuar. Hoje, o lugar no time titular é preenchido por Michel, ex-Atlético-GO.

Gaúcho do Corinthians estuda o Grêmio

Coube a Osmar Loss, natural de Passo Fundo, a análise minuciosa do Grêmio em conjunto com os analistas de desempenho do Corinthians. Ex-treinador na base do Internacional, ele chegou ao Corinthians em 2013. A incorporação de Loss é um dos segredos internos para o crescimento corintiano em 2017 pelo conhecimento elevado não só de futebol em geral, mas dos vários jogadores jovens promovidos.

Edilson evoluiu com Tite e virou líder no Grêmio

Um dos homens de confiança de Renato, Edilson chegou ao Corinthians com um amplo histórico de dispensas na carreira – inclusive do Grêmio. Sob o comando de Tite em 2015 e 2016, teve uma evolução profissional apontada por muitos no Parque São Jorge. Além de evoluir no extracampo, foi cobrado em razão dos vários cartões sofridos e da conduta dentro de campo.

Apesar de lesionar o então companheiro Rildo com gravidade em treinamento, saiu do clube sob elogios pela evolução. Em Porto Alegre, resolveu carência na lateral ainda no final da passagem de Roger Machado e depois se tornou um dos líderes do vestiário com Renato.

Três gremistas quase foram para o Corinthians

Um trio fundamental para o Grêmio poderia estar do outro lado. O zagueiro Walter Kannemann foi oferecido ao Corinthians no ano passado, mas a avaliação foi de que era um jogador baixo e violento. Já Lucas Barrios, antes de fechar com o Palmeiras, também foi sugerido, mas descartado em função dos valores. O volante Michel, surpresa gremista em 2017, foi outro analisado após ótima Série B com o Atlético-GO.

Cássio e Jadson quase foram para o Grêmio

Titulares do Corinthians, os dois foram tentados pelo Grêmio em momentos distintos. Em 2016, o clube gaúcho esteve perto de repatriar o goleiro revelado em suas categorias de base. O negócio foi admitido por Cássio recentemente. No início dessa temporada, o Tricolor conversou com Jadson a pedido de Renato. Os altos valores exigidos à época impediram qualquer negociação.

Ídolo gremista tem um pai corintiano fanático

Valmir, pai do zagueiro gremista Pedro Geromel, é figura mais do que frequente em jogos na Arena Corinthians. Foi a ele que, em 2015, o então superintendente de futebol Andrés Sanchez telefonou para saber se o filho não gostaria de trocar o Grêmio pelo Parque São Jorge - Geromel segue sempre em listas corintianas. No ano passado, em duelo dos dois clubes em São Paulo, Valmir chegou a aparecer na zona mista, com camisa alvinegra, para encontrar Pedro.

21 jogos sem parar de fazer gols x 22 jogos sem derrota

Com seus estilos, Grêmio e Corinthians se enfrentam municiados de estatísticas impressionantes.  O Tricolor marcou pelo menos um gol nas últimas 21 partidas – o número aumenta se o recorte for específico aos duelos com titulares: 33 jogos. O dado confirma a vocação ofensiva do time montado por Renato.

Do outro lado, o Corinthians defende a série de 22 jogos sem derrota. A última foi diante da Ferroviária, pelo Paulistão. E em toda temporada, o time de Fábio Carille só perdeu duas vezes. Estatística que atesta o jogo seguro desenvolvido pelo Timão.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO x CORINTHIANS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de junho de 2017 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa - GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa - GO) e Leone Carvalho Rocha (CBF - GO)

GRÊMIO: Marcelo Gröhe; Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur e Michel; Ramiro, Luan e Pedro Rocha; Barrios. 
Treinador: Renato Gaúcho. 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Paulo Roberto e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. 
Treinador: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos