Contra a zona de rebaixamento, Atlético-MG busca 1ª vitória em Chapecó

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Reprodução

    Rafael Moura é um dos três jogadores do Atlético-MG que vai enfrentar a Chape novamente em 2017

    Rafael Moura é um dos três jogadores do Atlético-MG que vai enfrentar a Chape novamente em 2017

Desde 2011 o Atlético-MG não fica três rodadas numa mesma edição do Campeonato Brasileiro dentro da zona do rebaixamento. E para não depender de outros resultados, para que não aconteça em 2017, o Galo precisa vencer a Chapecoense, neste domingo, às 19h, na Arena Condá. Algo que o clube mineiro ainda não conseguiu fazer.

Entre Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Primeira Liga, foram quatro idas do Atlético a Chapecó, com dois empates e duas derrotas. A última vez, pela Primeira Liga, também com uma formação reserva, a partida terminou empatada em 2 a 2. O Atlético chegou a fazer 2 a 0, mas no segundo tempo permitiu a reação do time da casa.

Mesmo tendo voltado à zona de rebaixamento com a vitória do Sport sobre o Santos, na noite de sábado, o Atlético optou por uma escalação alternativa, numa decisão da comissão técnica e com respaldo da diretoria. O motivo é a escolha em priorizar as copas. Depois do jogo com a Chapecoense, o Atlético tem o Botafogo pela Copa do Brasil, o Cruzeiro pelo Brasileiro e o Jorge Wilstermann pela Libertadores. 

"Alguns jogos decisivos nesses próximos dez dias que dirão muito do futuro da gente e do nosso calendário. Alguns momentos a gente têm que fazer umas escolhas. Em função do momento no Campeonato Brasileiro, diriam que não é o adequado, mas não dá para ter todas as fichas em uma mão só. Mesmo sabendo do momento no Brasileiro, temos que fazer um planejamento adequado para chegar bem e com a confiança para disputar os mata-matas, pois não teremos outra oportunidade", explicou Roger Machado.

Mesmo optando por uma escalação reserva, assim como fez na Primeira Liga, o treinador atleticano vai repetir apenas três jogadores que foram titulares naquele jogo disputado no primeiro dia de março. O lateral esquerdo Leonan, o volante Yago e o atacante Rafael Moura enfrentaram a Chapecoense alguns meses atrás e vão ser titulares neste domingo.

E Rafael Moura quer o triunfo para confirmar o momento de reação no Atlético no Brasileiro. Mesmo com o empate em casa, com o Sport, o atacante prefere adotar um ponto de vista otimista sobre o momento do time alvinegro na competição.

"Fora de casa a gente feito bons jogos, tirando contra o Vitória, que realmente foi muito abaixo. Contra o Flamengo, o Palmeiras e o São Paulo o Atlético foi muito bem. O que tem faltado é fazer o nosso dever de casa", disse o camisa 13, que lembrou a possibilidade de o Atlético chegar a sete pontos conquistados em três rodadas.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X ATLÉTICO-MG

Data: 25 de junho de 2017, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Motivo: 10ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (GO)

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Luiz Otávio e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Aquino e Seijas; Rossi, Wellington Paulista e Arthur.
Técnico: Vagner Mancini.

ATLÉTICO-MG: Giovanni, Emanuel (Matheus Mancini), Roger Bernardo, Rodrigão e Leonan; Rafael Carioca, Yago, Marlone, Otero e Valdívia; Rafael Moura.
Técnico: Roger Machado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos