Filha cega de Roger entra em campo e é ovacionada por torcida do Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro

O clima foi de comoção no Estádio Nilton Santos (Engenhão) nesta segunda-feira. Na entrada de campo, as crianças acompanharam os jogadores até o centro de campo e se perfilaram para a execução do hino nacional. Uma delas é muito especial. Cega, Giulia, de 11 anos, é filha de Roger, atacante do Botafogo. Ela foi ovacionada pelos torcedores, que gritaram o nome por alguns segundos.

A alegria de Giulia não poderia ser diferente. Um sorriso largo e um forte abraço no pai. Em seguida, mandou beijos na direção de onde vinha o som que tanto a emocionava. "Ole, ole, ole olá, Giulia, Giulia".

A história de Giulia ficou conhecida após matéria da TV Globo, que fez uma impressão em três dimensões do gol de Roger contra o Sport, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A menina de 11 anos pode, então, entender como ocorreu a jogada do pai pela primeira vez.

A matéria comoveu a torcida e gerou a homenagem nesta segunda-feira, antes da partida contra o Avaí. Curiosamente, o momento coincide com a melhor fase de Roger com a camisa do Botafogo. Ele assumiu a artilharia da equipe na temporada.

No entanto, nem mesmo as homenagens e a boa fase de Roger salvaram o Botafogo. O Avaí ganhou a partida por 2 a 0, com dois marcados por Joel, que jogou no clube alvinegro também neste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos