Com um a mais, Santos volta a tropeçar e só empata com lanterna Atlético-GO

Do UOL, em Santos (SP)

De olho na Libertadores e com um time praticamente reserva no duelo da noite deste sábado (1), em Goiânia, o Santos fez um primeiro tempo para ser esquecido – foi para o intervalo perdendo por 1 a 0. Mas a entrada de peças importantes e a expulsão de um jogador do Atlético-GO logo no começo do segundo tempo fez a equipe da Vila Belmiro ao menos arrancar um empate por 1 a 1 em duelo válido pela 11ª rodada do Brasileiro.

O empate, porém, acaba sendo ruim para o Santos, que vinha de revés para o Flamengo na Copa do Brasil (2 a 0) e derrota para o Sport (1 a 0) em casa, pela Série A. Com o resultado, o time fica no quarto lugar da tabela, com 17 pontos. Já o Atlético-GO chega só aos sete pontos e perde a chance de deixar a lanterna da tabela.

O Santos agora 'muda a chave' e passa a pensar exclusivamente na Copa Libertadores, torneio pelo qual enfrenta o Atlético-PR na próxima quarta-feira (5), no jogo de ida das oitavas de final, na Vila Capanema. Já o Atlético-GO tem uma semana até o próximo compromisso, marcado para sábado (8), contra o Vitória, no Serra Dourada, pela 12ª rodada da Série A.

O melhor: Thiago Maia

Entrou bem no intervalo e foi o jogador mais lúcido do Santos. Acertou um chute venenoso no segundo tempo e garantiu ao menos o empate.

O pior: Abuda

Falhou onde não podia. Perdeu a bola que resultou no gol de empate do Santos.

De pênalti, Atlético-GO abre placar após bobeira do Santos

O Atlético-GO precisou de apenas 12 minutos e uma bobeira da defesa do Santos, especialmente de Vanderlei, para abrir o placar. Após bola perdida por Caju, Everaldo lançou Breno Lopes, que ganhou na corrida de Fabian Noguera, invadiu a área e foi derrubado de forma infantil pelo goleiro. Na cobrança de Everaldo, Vanderlei fez a defesa e a bola foi na trave, mas no rebote Andrigo ganhou na velocidade da defesa santista e fez o gol.

Vitor Bueno sente lesão e Lucas Lima entra ainda no 1ºT

Com a lesão de Vitor Bueno e o placar já em 1 a 0 para o Atlético-GO, Levir Culpi optou por mandar Lucas Lima a campo ainda no primeiro tempo, aos 30min. Jogando pela primeira vez com a possibilidade de assinar um pré-contrato com outra equipe, já que agora está a seis meses do fim do contrato, o meia esteve apagado, mas ao menos deu o passe para Thiago Maia fazer o gol.

Santos controla posse de bola, mas não cria

Claramente sem entrosamento, o Santos até conseguiu ficar com a bola. Foram 62% de posse na etapa inicial, mas apenas uma finalização. Já o Atlético-GO sabia o que fazer com a bola e era bem mais perigoso: apesar dos 38% de posse, foram dez finalizações e boas chances.

Jorginho é expulso e recoloca Santos no jogo

Logo depois de exigir uma grande defesa de Vanderlei e quase ampliar, o Atlético-GO viu Jorginho cometer falta, receber o segundo amarelo e ser expulso de campo, deixando o Santos com um a mais em campo. Assim, o time paulista cresceu e o Atlético-GO passou só a se defender.

Banco de reservas faz Santos reagir em Goiânia

O gol de empate do Santos contou com três jogadores que saíram do banco de servas. Thiago Ribeiro roubou a bola, Lucas Lima encontrou Thiago Maia e o volante acertou um chute venenoso que o goleiro Felipe, ex-Santos, com a visão encoberta, não conseguiu defender. A reação, porém, parou por aí, apesar da pressão até o fim do jogo.

ATLÉTICO-GO 1 X 1 SANTOS

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO)
Data: 01/07/2017 (sábado)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)
Público: 5.898
Renda: R$ 97.145,00
Cartões amarelos: Jorginho, Marcão Silva e Bruno Pacheco (Atlético-GO); Thiago Maia (Santos)
Cartão vermelho: Jorginho (Atlético-GO)
Gols: Andrigo, aos 12min do primeiro tempo; Thiago Maia, aos 23min do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Felipe; Eduardo (Jonathan), Marcão, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão Silva, Andrigo (Abuda), Luiz Fernando, Jorginho e Breno Lopes (Diego Rosa); Everaldo.
Técnico: Doriva

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Noguera (Thiago Ribeiro), David Braz e Caju; Yuri, Alison (Thiago Maia) e Vitor Bueno (Lucas Lima); Vladimir Hernández, Arthur Gomes e Kayke.
Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos