Bruno Henrique vibra com estreia e vê Palmeiras forte com disputas internas

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras sofreu diante do time reserva escalado pelo Grêmio, mas conseguiu sair do Pacaembu na tarde deste sábado ainda mais animado para a sequência da temporada. Agora são quatro vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, cinco jogos de invencibilidade no ano e 31 como mandante. Além disso, há o sentimento de que o elenco ganhou o equilíbrio necessário para a disputa de três competições ao mesmo tempo. Quem explica é o estreante Bruno Henrique, que jogou os 90 minutos do 1 a 0 sobre os gaúchos e aumentou a competição em setor já concorrido.

"Eu estou trabalhando como qualquer outro do elenco, estou procurando meu espaço. Quem o Cuca optar tem que estar pronto. Quanto mais jogadores o time tiver para cada posição, mais o time se fortalece. Temos três competições para disputar, é muito desgastante, então precisa trocar jogadores o tempo todo. E quando mantém o nível e ainda consegue o resultado é ainda mais importante", opinou o volante, que usou a camisa 19, deixada por Rafael Marques.

Bruno Henrique atuou centralizado, como primeiro homem do meio de campo. A função vinha sendo desempenhada por Thiago Santos e, antes, pelo lesionado Felipe Melo. Além dos três, Cuca ainda pode contar com Tchê Tchê, Jean e Moisés – os dois últimos também estão lesionados. A quantidade e o nível de opções pode fazer com que os atletas entrem mais inteiros a cada partida e cumpram melhor a ideia de jogo da comissão técnica, sempre com muita intensidade.

"Saio feliz pelo resultado. Nos minutos finais, a perna pesou um pouco, senti falta de ritmo, mas fizemos um primeiro tempo muito intenso. Tivemos cinco chances claras, pelo menos. Voltamos com o mesmo empenho no segundo e a sorte só apareceu (refere-se ao gol contra de Machado, que decidiu a partida) porque insistimos, trabalhamos", ponderou.

Na segunda-feira, o Palmeiras viaja para o Equador, onde enfrenta o Barcelona pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Ainda sem ritmo e desgastado pelo duelo deste sábado contra o Grêmio, Bruno Henrique não deve ser usado novamente como titular.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos