Levir cobra maior vibração do Santos e reconhece: "ainda não está legal"

Do UOL, em Santos (SP)

A atuação do Santos no empate por 1 a 1 com o Atlético-GO, na noite deste sábado (1), em Goiânia, ficou longe de empolgar Levir Culpi. Em entrevista coletiva concedida após o jogo, o técnico reconheceu que o time 'ainda não está legal' e já identificou uma das coisas que precisam ser mudadas daqui para frente: jogar com mais vibração.

"Ainda não está legal. Não é isso que a gente está procurando. Nosso time tem ser mais brilhante, mais vibrante, principalmente com as competições que nós vamos ter pela frente. Mas estamos aprendendo e vamos evoluindo", disse o treinador, para depois tentar explicar o que, especificamente, precisa ser corrigido no time.

"Falta brilhar. Aproveitar as oportunidades, o time tem que estar mais vivo, ainda mais levando em consideração as competições. Agora, por exemplo, tem Libertadores. Tem que ter um pouco mais de brilho e os jogadores estão sabendo disso. Mas isso é meu trabalho também, e um trabalho de todos, colocar o Santos num patamar um pouco mais vibrante para competir", acrescentou.

Sincero, Levir ainda admitiu que a pressão exercida pelo Santos na etapa final aconteceu apenas por conta da superioridade numérica.

"O placar e a expulsão modificaram a maneira de atuar das duas equipes. O Doriva teve que ficar com dez jogadores, e ganhando o jogo, então é muito natural que nós pressionássemos", analisou Levir, que mandou a campo um time praticamente reserva e, ao longo da partida, acabou mandando a campo jogadores considerados titulares como Lucas Lima e Thiago Ribeiro – exceção feita a Thiago Ribeiro.

"A ideia era poupar os jogadores, mas também deixar jogar. Estava prevista uma entrada para eles [Lucas Lima e Thiago Maia]. Foi interessante para eles porque eles não estavam jogando com a frequência dos outros", acrescentou o treinador.

O Santos agora 'muda a chave' e passa a pensar exclusivamente na Copa Libertadores, torneio pelo qual enfrenta o Atlético-PR na próxima quarta-feira (5), no jogo de ida das oitavas de final, na Vila Capanema.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos