Pouco usado por Cuca, Michel Bastos respeita, mas se vê em disputa por vaga

Do UOL, em São Paulo

Titular sob o comando de Cuca pela quarta vez, o meia Michel Bastos comentou a atuação diante do Grêmio em vitória por 1 a 0, neste sábado, no Pacaembu. O ex-jogador do São Paulo teve boa movimentação e ajudou na criação de jogadas após duas partidas de fora por questões físicas. 

"Sempre é bom jogar, estar apto. Lógico que estive um tempo fora e a pior coisa é ficar sem jogar e de fora, é complicado. Você quer sempre estar à disposição, e eu tive um leve problema, mas junto com a comissão e estafe médico achamos melhor ficar de fora. Foi a melhor coisa ficar de fora dois jogos só e não por um tempo maior. Fico feliz por ter voltado e ajudado", comentou em entrevista ao Premiere FC.

"Sempre tem que respeitar a escolha do treinador, ainda mais um grande como o Cuca, que quer o melhor para o Palmeiras, disso não tem dúvida. Estou acostumado a sempre jogar, é difícil ficar fora, mas é trabalhar, respeitar e quando tiver a oportunidade mostrar que temos condições de disputar posição. Hoje ele me deu a oportunidade, eu agradeço e vou trabalhar forte para estar 100% quando ele precisar", acrescentou Michel. 

Os três pontos que confirmam a ascensão do Palmeiras foram ressaltados pelo meia. "Era um jogo importante de ganhar. Lógico que hoje ambas as equipes mesclaram um pouco, mas a qualidade de ambas permaneceu. Tivemos muitas ocasiões, fizemos um gol chorado, mas valem os três pontos e é importante ganhar do Grêmio ali, é um concorrente direto", comentou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos