Avaí e Ponte Preta fazem jogo fraco na Ressacada e ficam no 0 a 0

Do UOL, em Santos (SP)

Muitos passes errados, pouco espaço em campo e raras chances claras de gol. Assim foi o jogo disputado na noite deste domingo (2), na Ressacada, entre Avaí e Ponte Preta. Resultado: nada de rede balançando e um empate por 0 a 0 que acaba frustrando as duas equipes, mas mais a catarinense.

Com a igualdade, o Avaí permanece na vice-lanterna da tabela, agora com oito pontos, e segue sem vencer duas partidas consecutivas na Série A. Já a Ponte Preta - que não contou com Sheik, Rodrigo e Cajá, suspensos - perde a oportunidade de dar um grande salto na tabela e fica com o 12º lugar, com 14 pontos.

As duas equipes agora têm a semana inteira para trabalhar pensando no próximo compromisso. A Ponte Preta volta aos gramados antes, no sábado (8), quando visita o líder Corinthians em Itaquera, às 19h. Já o Avaí entra em campo um dia depois, também fora de casa: domingo, às 19h, pega o vice-líder Grêmio na Arena Grêmio.

O melhor: Joel

Não conseguiu ir às redes, como na rodada passada, quando marcou duas vezes contra o Botafogo, mas chegou perto. Fez um gol anulado, quase marcou outro (legal) e deu relativo trabalho à defesa da Ponte Preta.

O pior: Fernando Bob

Guilherme Hahn/AGIF
Esteve irreconhecível nesta noite. Errou cinco passes só no primeiro tempo, e mais dois na etapa final – justamente sua principal qualidade.

É a Ponte Preta quem joga em casa?

Guilherme Hahn/AGIF
Apesar de duas boas chances do Avaí, uma delas bem defendida por Aranha, foi a Ponte Preta quem tomou conta do primeiro tempo. Teve mais posse de bola (54%) e o triplo de finalizações (9 a 3). Douglas, goleiro dos catarinenses, apareceu bem em duas oportunidades.

Claudinei mexe duas vezes já no intervalo

Com a Ponte Preta melhor no primeiro tempo, o técnico Claudinei Oliveira resolveu fazer duas mudanças já no intervalo. Judson e Leandro Silva saíram para as entradas Wellington Simião e Diego Tavares. O time ameaçou melhorar, mas seguiu com problemas na criação. Ao menos, conseguiu diminuir a superioridade da Ponte Preta, que pouco assustou na etapa final.

Gilson Kleina desfalca time por morte de cunhado

Por conta do falecimento do cunhado, o técnico Gilson Kleina não esteve presente na Ressacada na noite deste domingo. Ainda pela manhã, a Ponte Preta informou que o treinador seguiria em Curitiba – onde estava a família da esposa – para resolver algumas burocracias. Com isso, o auxiliar Juninho o substituiu na beira do gramado.

AVAÍ 0x0 PONTE PRETA 

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 02/07/2017 (domingo)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público: 5.899 torcedores
Renda: R$ 121.211
Cartões Amarelos: Romulo e Luan (Avaí); Naldo e Claudinho (Ponte Preta)

AVAÍ
Douglas; Leandro Silva(Diego Tavares), Betão, Fagner Alemão e Capa; Luan, Judson(Wellington Simião), Juan e Pedro Castro; Joel e Romulo(Júnior Dutra)
Técnico: Claudinei Oliveira

PONTE PRETA
Aranha, Jeferson, Marllon, Kadu e Fernandinho; Fernando Bob, Naldo, Léo Artur(Jadson) e Claudinho(Felipe Saraiva); Lins(Negueba) e Lucca
Técnico: Juninho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos