Carille ignora 25 jogos sem derrota no Corinthians: "não falo nada disso"

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Depois de o Corinthians bater o Botafogo por 1 a 0 neste domingo, em Itaquera, Fábio Carille precisou novamente falar sobre a sequência invicta de sua equipe na temporada. São 25 jogos sem derrota, desde março, mas o treinador do líder do Brasileirão e atual campeão paulista prefere não abordar. Na visão dele, isso reduz a pressão. 

"Não trago nada ao meu grupo que dê mais responsabilidades. Não falei de invencibilidade ao grupo. Falo que é jogo a jogo, peço foco agora. Agora vai ser preparação com a Ponte Preta, é nossa final [sábado, dia 8]. É encarar todos como uma final. Todos os jogos são decisivos e assim é que vamos. É sério, não falo nada. São 25 jogos agora? Não falo. Temos que ganhar da Ponte, não por invencibilidade, mas é jogar bem e fazer por merecer", declarou Carille.  

A capacidade de recuperar a bola rapidamente também foi comentada pelo treinador em partida na qual, basicamente, foi um ataque do time da casa contra defesa dos visitantes. "Tivemos um nível de concentração muito alto. Saio com certeza de que ter cinco jogadores limpos [descansados] na semana ajudou. Isso me deixou a convicção hoje de que foi bom. O Botafogo ia exigir, o time do Jair é bem armado e jogaria em cima do erro. 

Nessa partida exigente, em que o gol da vitória só saiu aos 34min do segundo tempo, Carille ressaltou o esforço do time e o equilíbrio para encontrar o lance decisivo. "?Poderia até não ganhar hoje e eu sairia feliz pelo rendimento. Tivemos equilíbrio contra sistema defensivo. Antes, quando se perguntava do ataque, eu falava do tempo e do entrosamento deles, falava que com trabalho isso ia melhorar. Hoje tivemos passagem de lateral, tivemos cruzamentos, o goleiro do adversário trabalhando bem. Falei muito de equilíbrio, a equipe busca isso", complementou. 

Carille mostrou sinceridade ao ser questionado ainda sobre o lance de pênalti desperdiçado por Jô. Normalmente, o cobrador é Jadson, que estava em campo. "Eles treinaram todos os dias, treinaram bem, mas não sei porque a decisão. É entre eles, não sei porque decidiram por ele. O Jadson tem se queixado de dor, depois do jogo com o Grêmio ele se queixou de dor no adutor e resolvemos deixar em São Paulo", frisou. 

O treinador, porém, minimizou o fato de Jô ter batido cinco pênaltis no ano, todos no mesmo canto. Desses, dois ele errou. "Temos falado muito disso. O Jô tem treinado ali, mas batendo mais forte, e não foi tão no canto o que facilitou pro goleiro. O Arce bateu 50 vezes no mesmo lado pelo Palmeiras e fez os gols", observou com menção ao lateral paraguaio que defendeu a camisa palmeirense na década retrasada.   

Confira mais declarações de Fábio Carille:

BOTAFOGO DEFENSIVO
Não é a primeira equipe a jogar assim. São Paulo veio para jogar no nosso erro, se não me engano com cinco zagueiros em campo. O Santos também. Quando vimos a escalação deles, sabíamos que era essa a ideia de jogo. Então tem que rodar a bola, ter paciência. 

PEDRINHO SE DESTACOU
Ele tem muito talento e está trabalhando bem. Estamos fazendo um trabalho, sim. Estamos vendo os jogos certos para colocar. Em jogos de muito choque, ainda não é para ele, mas tem que preparar, ter paciência. Trabalhei um ano com o Lulinha em 2009 e ele tinha uma qualidade imensa que, em 2007, foi atropelada e o moleque ficou queimado. Penso em tudo. Sei que com o time organizado é mais fácil para o Pedrinho. Mas pode ter certeza que vai ser um grande jogador do futebol brasileiro.

SEMANA DE DOSAR TREINAMENTOS
Vamos jogar sábado e não no domingo. Então devemos ter quarta, quinta e sexta para a preparação do jogo com a Ponte Preta [no dia 8]. Com semana aberta, se você quer dar muito treino perde a mão. O Walmir Cruz é um preparador físico experiente e me ajuda muito.

SERENIDADE ATÉ EM ELIMINAÇÃO
Saímos [da Copa do Brasil] com o Inter, mas não acaba o mundo. Perdeu um pênalti, não acaba. A vida segue. O que me deixa feliz nesse jogo é a persistência, é estar concentrado e não correndo riscos. Isso mostra o equilíbrio da equipe.

FAGNER SUSPENSO. LÉO PRÍNCIPE JOGA?
O Léo voltou [de lesão] essa semana, mas não tenho resposta ainda. Vamos ver terça ou quarta-feira se sim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos