Fred define vitória do Atlético-MG sobre o Cruzeiro como "coisa linda"

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

No jogo anterior, contra o Botafogo, pela Copa do Brasil, o Atlético-MG venceu por 1 a 0, mas teve Fred expulso aos 9 minutos do segundo tempo. Neste domingo, três dias depois, o centroavante estava em campo para defender o clube alvinegro contra o Cruzeiro, no maior clássico do futebol mineiro. E Fred foi muito bem, marcou duas vezes e ajudou o Galo a vencer por 3 a 1.

Logo após fazer o terceiro gol, Fred foi substituído por Rafael Moura. O camisa 9 deixou o gramado do Independência com o nome gritado pela torcida. Bem diferente daquele jogador que dias antes saiu do campo reclamando da arbitragem e socando a porta do vestiário.

"Coisa linda, sofremos muito no início do jogo, estávamos sem saída de jogo, com o Cruzeiro pressionando. Eu estava desesperado, falando para tocar para o Cazares, para o Robinho, que a bola ia chegar".

A boa atuação diante do Cruzeiro tem uma participação importante do técnico Roger Machado. O treinador revelou que teve uma conversa com Fred, após o cartão vermelho diante do Botafogo.

"Ele é a última ponta do nosso setor ofensivo. Tem constantemente se sacrificado em torno do coletivo. Preciso dele sempre concentrado nos jogos. Ele paga me muitos jogos pelo passado, como líder nos times que jogava, sempre foi muito visado pela arbitragem. De dez faltas em cima dele, metade não foi dada. É importante ter elenco em campo, sempre concentrado no jogo. Falei para não permitir que a falta de critério o deixasse nervoso. A gente não podia perder o Fred e nem perder a tranquilidade que o Fred dá ao time".

Com os dois gols no clássico, Fred chegou a 22 na temporada e o maior goleador do Atlético em 2017. No Brasileirão são quatro tentos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos