Irregulares até aqui, Atlético e Cruzeiro fazem clássico buscando engrenar

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thomás Santos/AGIF

    Rivais ainda não engrenaram neste Brasileirão e buscam manter o ritmo dos últimos jogos

    Rivais ainda não engrenaram neste Brasileirão e buscam manter o ritmo dos últimos jogos

Além da força natural do maior jogo do estado, o clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro carrega alguns ingredientes a mais. Nesta tarde de domingo, os dois maiores clubes de Minas Gerais se enfrentam em uma partida que pode valer não só a liderança, mas o início de uma sequência inédita para ambos e a concretização de um bom momento vivido pelos rivais.

Depois de começar o Brasileiro aos trancos e barrancos, o Atlético esboçou um início de reação. A sequência positiva teve início no triunfo sobre a Chapecoense fora de casa. No meio da semana, o time de Roger também superou o Botafogo, pela Copa do Brasil. Caso saia vencedor neste domingo, o Galo irá alcançar a segunda vitória seguida pela primeira vez neste Brasileiro, além de fechar sua primeira trinca de jogos com 100% de sucesso desde o estadual, no final de março. Além disso, se vencer o rival, o Galo também irá superar a Raposa na tabela de classificação pela primeira vez. De quebra, ainda poderá se aproximar do G-6, algo que só aconteceu na primeira rodada, quando terminou na oitava colocação.

"É sempre muito bom estar à frente do Cruzeiro. A gente sabe da rivalidade. O mais importante é somar pontos nesses jogos do Brasileiro para nos dar mais tranquilidade. Ainda não sabemos que caminhos vamos seguir no campeonato. Estávamos na zona de rebaixamento e agora estamos a poucos pontos do G6. Agora é procurar somar o máximo de pontos possíveis", comentou o volante Adilson, que retorna de lesão e será novidade no clássico.

Em situação parecida com a do rival alvinegro, o Cruzeiro também vem apresentando um bom futebol nos últimos jogos, mas ainda não conseguiu engatar duas vitórias no Brasileiro. Com um rendimento considerado próximo do ideal, a equipe buscará aproveitar-se do aproveitamento instável do rival dentro do Horto para arrancar pontos preciosos e ganhar ainda mais moral para o decorrer dos torneios.

"É muito difícil de prever um jogo grande como esse, porque tem característica própria. O importante é a equipe ter personalidade, é um campo que exige isso, é um jogo que exige isso. Você não pode se omitir em um jogo como esse, pois será um grande clássico", disse o técnico Mano Menezes.

Os rivais estão quase colados na tabela de classificação. Com 14 pontos, o Cruzeiro inicia este domingo na 10ª colocação, enquanto o Atlético aparece quatro degraus abaixo, mas com apenas um ponto a menos.

ATLÉTICO-MG x CRUZEIRO

Motivo: 11ª rodada, Brasileirão 2017
Data/Hora: 02/07/2017, às 16h
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Anderson Daronco (RS/FIFA)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade (RS)

Atlético-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan (Yago) e Cazares; Robinho e Fred. Técnico: Roger Machado.

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Caicedo, Leo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Ariel Cabral, Robinho e Thiago Neves; Alisson e Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos