Jô traz alívio em jogo tenso, Corinthians vence Botafogo e abre 7 pontos

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Não foi fácil, mas o Corinthians encontrou alívio na reta final da partida deste domingo (2), contra o Botafogo, na Arena, em São Paulo. Com direito a pênalti perdido e eficiente marcação dos visitantes, um gol de Jô aos 34min serviu para assegurar a vitória por 1 a 0, pela 11ª rodada do Brasileirão.

Dois personagens merecem ser citados pelo lance decisivo. Fábio Carille, que fez boas e importantes modificações, e o jovem Pedrinho, acionado no segundo tempo para fazer uma linda jogada, com direito a chapéu, que terminou com o gol de Jô. 

O resultado é perfeito para o Corinthians, que encontrou dificuldades, mas venceu em rodada na qual o vice-líder Grêmio perdeu. Com 29 pontos, abriu sete de vantagem na primeira posição. A série invicta agora é de 25 partidas, desde 19 de março.  

O melhor: Gatito Fernández

Marcello Zambrana/AGIF

Não passou quase nada pelo goleiro botafoguense, que contou com defesa bem montada. Se no primeiro tempo não foi nenhuma no gol, depois do intervalo ele trabalhou muito para evitar o revés. E ainda fez duas defesas no lance convertido por Jô.

O pior: Rodriguinho

Repetiu a sequência de más atuações desde a convocação recente à seleção. Mal tecnicamente, caiu de produção – assim como Jadson, companheiro de armação.

Pedrinho muda tudo em um lance. Jô traz o alívio

Marcello Zambrana/AGIF

Com um lindo chapéu logo após entrar, o garoto Pedrinho teve participação fundamental quando o jogo estava complicado. No talento e na raça, criou a jogada concluída por Jô, com muita insistência, após tentativa de Rodriguinho. O gol da vitória do líder.

Ferrolho botafoguense: em 45min, Corinthians nem o gol acerta

Linha de quatro defensores, Bruno Silva aberto à direita, Gílson pela esquerda e ainda dois volantes, João Paulo e Dudu Cearense. Com essa formação defensiva, o Botafogo negou espaços ao Corinthians, impreciso também no terço final do campo. A consequência é que, no primeiro tempo , o líder não acertou uma bola no gol sequer.

Árbitro erra em pênalti. Jô também. De novo.

Rodolpho Toski assinalou penalidade de Marcelo em Arana, em lance que ocorreu fora da área. Jô, porém, desperdiçou a segunda de três cobranças na temporada. Gatito Fernández, bem demais, pegou.

Carille acerta em substituições ousadas

Daniel Vorley/AGIF

O treinador do Corinthians não demorou a perceber a dificuldade imposta pela postura defensiva e competência do Botafogo na marcação. Retirou Gabriel no intervalo e mandou o time ao ataque com Marquinhos Gabriel. Depois, em uma mexida simples, acertou com Pedrinho, que participou decisivamente no gol. 

Clayson faz bom jogo na vaga de Romero

Escolhido para a vaga de Romero, suspenso, o jovem Clayson teve boa atuação novamente como titular. Criou bons lances, deu trabalho para Arnaldo, mas não conseguiu furar o ferrolho. Mesmo assim, saiu com créditos e aplausos para a decisiva entrada de Pedrinho.

Com 3 jogos em 7 dias, Botafogo descansa titulares

Jair Ventura cedeu à maratona de jogos encarada pelo Botafogo. Joel Carli, Rodrigo Lindoso, Rodrigo Pimpão e Roger foram poupados. Marcelo, Gilson, Dudu Cearense e Guilherme ganharam oportunidade. Isso porque o Bota encara na próxima quinta-feira o Nacional, no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores.

Marcos Vinícius estreia pelo Botafogo

Envolvido na troca por Sassá, Marcos Vinícius realizou sua estreia pelo Botafogo neste domingo. O meia entrou no lugar de Camilo para ser peça importante no contra-ataque dos Cariocas, que até então eram muito pressionados pelo Corinthians. Mas não pegou muito na bola. 

Corintiano atira moeda de 10 centavos no juiz, mas clube acha responsável

Daniel Vorley/AGIF

Um acontecimento do primeiro tempo pode apresentar risco de punição ao Corinthians. Um torcedor do clube atirou moeda (de dez centavos!) na direção do árbitro posicionado atrás do gol. O clube identificou o responsável. 

Fagner, suspenso, terá 10 dias de descanso

Uma falta dura sobre o botafoguense Gílson tirou Fagner do próximo jogo, sábado (8) contra a Ponte Preta. Léo Príncipe deve atuar em seu lugar. Assim, o titular só retorna à equipe diante do Palmeiras, no dia 12.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 BOTAFOGO

Data: 02 de julho de 2017 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público e renda: 40.341 pagantes e R$ 2.235.726,90
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Gol: Jô, aos aos 34min do segundo tempo

Cartões amarelos: Fagner, Jadson, Jô, Arnaldo, Victor Luís

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel (Marquinhos Gabriel) e Maycon; Jadson, Rodriguinho (Camacho) e Clayson (Pedrinho); Jô.
Treinador: Fábio Carile

Botafogo: Gatito Fernandez; Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Victor Luis; Bruno Silva, Dudu Cearense, João Paulo e Gílson (Roger); Camilo (Marcos Vinícius) e Guilherme (Rodrigo Pimpão). 
Treinador: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos